Editor Carlos Andreazza deixa o grupo Record para se dedicar ao jornalismo
Últimas Notícias

Editor Carlos Andreazza deixa o grupo Record para se dedicar ao jornalismo

portalmixvalenoticias-1280x728-1

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O editor Carlos Andreazza está de saída da Record, um dos maiores grupos editoriais do país, onde ocupava a posição de editor-executivo.

Andreazza pretende se dedicar integralmente ao jornalismo, sua formação original, segundo a editora.

Ele mantém uma coluna no jornal O Globo e foi contratado há pouco pela rádio CBN, também do Grupo Globo, para ser âncora de um novo programa com estreia prevista para fevereiro e para assumir o CBN Rio. Por isso, também anunciou na semana passada sua saída da BandNews FM.

Andreazza se notabilizou como editor de autores de viés liberal e conservador na Record, onde antes era responsável pelas áreas de não ficção e literatura brasileira.

Publicou obras de nomes como Olavo de Carvalho e Rodrigo Constantino, mas também autores mais à esquerda, como Ricardo Lísias -incluindo o “Diário da Cadeia” que escreveu sob o pseudônimo de Eduardo Cunha, numa decisão que foi alvo de disputa judicial.

Andreazza, aliás, sempre foi um dos mais vocais defensores da liberdade de expressão para biografias não autorizadas antes da decisão do Supremo Tribunal Federal de 2015 que garantiu sua liberação.

Até a publicação desta reportagem, a Record não havia confirmado se algum nome substituiria Andreazza na Record ou se haveria mudanças na estrutura organizacional da empresa.

To Top