Agro

Bulgária vai sacrificar mais de 160 mil patos após surto de gripe aviária

portalmixvalegoogle

A Bulgária vai sacrificar mais de 160.000 patos após um surto de gripe aviária em duas fazendas de criação de aves, disseram autoridades veterinárias neste sábado.

O surto ocorreu em duas fazendas do mesmo proprietário na cidade de Slaviyanovo, onde a doença já havia sido registrada em uma fazenda com mais de 99.000 galinhas nesta semana.

A Agência de Segurança Alimentar disse que não há ligação entre as granjas de patos e a unidade onde foi registrado o surto anterior e apelou aos fazendeiros da região para que mantenham as aves dentro de suas instalações.

“Estaremos abatendo os patos e continuaremos com o abate das galinhas”, disse Ivan Yordanov, chefe da unidade regional da Agência de Segurança Alimentar. “Isso é preocupante, são grandes perdas econômicas”, disse ele à rádio nacional BNR.

Uma série de surtos de gripe aviária foram relatados na Alemanha e em outras partes da Europa nos últimos meses, com suspeitas de que aves selvagens estariam espalhando a doença.

O risco da doença para humanos é considerado baixo, mas surtos anteriores entre aves de criação resultaram em amplos abates para conter a disseminação.

(Reportagem de Tsvetelia Tsolova)

To Top