Ceni exalta elenco do Fla e fala em 'nova fase' sobre chance de título no Morumbi
Esporte

Ceni exalta elenco do Fla e fala em ‘nova fase’ sobre chance de título no Morumbi

portalmixvalenoticias-1280x728-1

A vitória que colocou o Flamengo na liderança do Brasileirão fez o técnico Rogério Ceni já vislumbrar mais uma conquista no Morumbi, o estádio que foi sua casa ao longo de toda sua vitoriosa carreira como goleiro. Pois será diante de seu ex-clube que o treinador poderá conquistar o primeiro Brasileirão como técnico. Para tanto, precisará vencer ou torcer por um tropeço do Internacional em Porto Alegre.

O Flamengo saltou para a liderança do Brasileirão ao derrotar o Inter por 2 a 1, neste domingo, no Maracanã, chegando aos 71 pontos, com dois a mais do que o time gaúcho. Visitará o São Paulo na quinta-feira, no Morumbi, enquanto a equipe colorada receberá o Corinthians, no Beira-Rio.

“Eu acho que é importante quando você trabalha em um grande clube e tem possibilidade de ser campeão. Hoje (domingo) todo mundo ficou muito feliz pela vitória. Alegres, mas não eufóricos, porque ainda não acabou. Mas é super importante”, disse o técnico.

“Eu gostaria de botar minha foto na história. Fico lisonjeado, feliz, mas sabemos que vamos ter que trabalhar muito, ver os caminhos para este jogo. É um dia que podemos usar de motivação para o último jogo contra o São Paulo no Morumbi”, pontuou.

O treinador, claro, não conseguiu escapar do assunto. “O Morumbi, é inegável, faz parte da minha história. Eu tenho um respeito muito grande pelo São Paulo. Minha primeira parte da vida foi vivida lá. Mas agora estamos em uma nova fase. Agora quero reescrever minha história pelo Flamengo”, disse Ceni. “É um time que nos fez sofrer bastante este ano, existiram derrotas doloridas para o São Paulo. Vamos para lá em busca da vitória, sempre com muito respeito.”

Sobre a vitória diante do Inter, que contou com participações importantes de Bruno Henrique e, principalmente, Arrascaeta, o técnico preferiu exaltar a qualidade do time como um todo. “Eu não sei de nenhum time que vence pela qualidade individual. Um time defende como um todo, ataca como um todo. O coletivo sempre prevalece no individual. Não tiremos o mérito da individualidade. Mas isso aqui é o Flamengo, tem grandes jogadores”, afirmou. “As jogadas dos dois gols foram coletivas.”

To Top