Ibovespa acelera alta com recuperação de Petrobras e BB; Eletrobras salta após notícia sobre privatização
Business

Ibovespa acelera alta com recuperação de Petrobras e BB; Eletrobras salta após notícia sobre privatização

Ibovespa acelera alta com recuperação de Petrobras e BB; Eletrobras salta após notícia sobre privatização

O Ibovespa retomou o fôlego e renovou máxima do dia nesta terça-feira, apoiado principalmente na recuperação das ações da Petrobras, enquanto Eletrobras despontava entre os destaques de alta em meio a expectativas atreladas à sua privatização.

Às 15:27, o Ibovespa subia 2,05 %, a 114.977,14 pontos. Na máxima, chegou a 115.016,93 pontos. O volume financeiro somava 30,9 bilhões de reais.

Petrobras PN e Petrobras ON saltavam 9,6% e 7,3%, respectivamente, após a estatal perder 74 bilhões de reais em valor de mercado na véspera, quando as ações despencaram por temores sobre ingerência do governo na empresa.

Investidores estão na expectativa de desfecho da reunião do conselho de administração da Petrobras, que deve avaliar a indicação pelo presidente Jair Bolsonaro do general Joaquim Silva e Luna para comandar a petrolífera.

A CVM abriu dois processos contra a Petrobras na esteira do imbróglio causado pelo anúncio de troca no comando. A Justiça Federal de Minas Gerais pediu explicações de Bolsonaro e da companhia no prazo de 72 horas.

Eletrobras ON avançava 8,8% e Eletrobras PNB subia 8,65%, tendo ganhado tração após a Reuters noticiar que o governo trabalha para publicar nesta terça-feira MP associada aos planos de privatização da elétrica.

A MP, que deve permitir que o BNDES inicie estudos sobre a desestatização da companhia, deve ser publicada em edição extra do Diário Oficial da União, segundo fontes com conhecimento do assunto.

Banco do Brasil ON valorizava-se 7,4%, também reagindo após fechar na segunda-feira com o pior desempenho em um dia desde abril do ano passado, refletindo as preocupações com a interferência do governo em estatais.

Entre os bancos, Itaú Unibanco PN subia 5,7% e Bradesco PN avançava 5,1%.

Lojas Americanas PN perdia 4,7%, destaque de baixa, um dia após saltar quase 20%, na esteira do anúncio de que a varejista e a sua controlada B2W estão avaliando uma combinação de suas operações. B2W ON recuava 2,7%.

Mais cedo, o Ibovespa desacelerou os ganhos seguindo a abertura negativa em Wall Street, onde o S&P 500, porém, reduziu as perdas para 0,5%, beneficiando também a melhora nas negociações na bolsa paulista.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH1M1A9-BASEIMAGE

To Top