Bahia identifica primeiro caso de variante peruana do coronavírus no Brasil
Brasil

Bahia identifica primeiro caso de variante peruana do coronavírus no Brasil

Bahia identifica primeiro caso de variante peruana do coronavírus no Brasil

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA)identificou um caso da variante peruana do coronavírus em um viajante que aportou em Salvador de navio este mês, informou a Secretaria de Saúde do Estado, no primeiro caso de identificação da cepa no Brasil.

“Desde que começou a realizar o sequenciamento genético do vírus Sars-Cov-2, responsável pela infecção pandêmica que já fez mais de 11 mil vítimas fatais na Bahia, o Lacen-BA já identificou 13 diferentes linhagens do vírus em cerca de 1 ano, provavelmente vinculadas a múltiplos eventos de importações ocorridas simultaneamente e que justificam o alto número de infecções registradas no Estado”, disse a secretaria em nota na noite de terça-feira.

A variante peruana não está entre aquelas descritas pelas autoridades sanitárias internacionais como “variantes de atenção”, que são aquelas que podem provocar um aumento da transmissibilidade e o agravamento da situação epidemiológica nas áreas onde forem identificadas devido às mutações que sofrera,

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), existem atualmente três novas variantes de atenção principais atualmente em circulação no mundo: do Reino Unido, da África do Sul e de Manaus.

Segundo o Ministério da Saúde, foram registrados no Brasil até 20 de fevereiro 202 casos e variantes de atenção no país, sendo 20 casos da variante do Reino Unido e 184 casos da variante do Amazonas. Não foi identificada até o momento no país a variante sul-africana.

As linhagens mais prevalentes que circulam no Brasil desde o início da pandemia, de acordo com o ministério, são duas variantes que não são consideradas como variantes de atenção.

(Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH1N1I1-BASEIMAGE

To Top