Crise da Covid na França pode melhorar em 4 a 6 semanas, diz ministro
Africa

Crise da Covid na França pode melhorar em 4 a 6 semanas, diz ministro

Crise da Covid na França pode melhorar em 4 a 6 semanas, diz ministro

A situação da Covid-19 na França pode melhorar ao longo das próximas quatro a seis semanas, à medida que mais habitantes se vacinam, o que pode levar a uma retomada gradual da vida normal, reafirmou o ministro da Saúde francês, Olivier Verán, nesta sexta-feira.

Verán também disse à BFM TV que o país está fazendo tudo o que pode para evitar um novo lockdown nacional, mas que o governo manterá todas as opções na mesa.

O governo francês está poupando a região de Paris de um lockdown de fim de semana por ora, e promete acelerar a distribuição de vacinas em duas dúzias de zonas de alto risco na tentativa de amenizar o fardo dos hospitais e evitar restrições adicionais.

O presidente, Emmanuel Macron, está determinado a manter a economia ativa o maior tempo possível, apesar de a taxa de infecções de Covid-19 estar aumentando nacionalmente, e o governo está se atendo à estratégia de um toque de recolher nacional das 18h às 6h.

Na quinta-feira, o primeiro-ministro, Jean Castex, disse que cerca de 60% dos casos franceses de Covid-19 são da variante descoberta primeiramente na Inglaterra, e Verán disse que cerca de 6% são das variantes do Brasil e da África do Sul.

No mesmo dia, a França registrou 25.279 infecções novas de coronavírus, o que eleva o total de casos a 3,84 milhões, e mais 293 mortes, que agora chegam a 87.835.

(Por Benoit Van Overstraeten e Sudip Kar-Gupta)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH240R7-BASEIMAGE

To Top