EUA detiveram 100.000 imigrantes na fronteira com o México em fevereiro, dizem fontes
Central America

EUA detiveram 100.000 imigrantes na fronteira com o México em fevereiro, dizem fontes

EUA detiveram 100.000 imigrantes na fronteira com o México em fevereiro, dizem fontes

Por Frank Jack Daniel e Ted Hesson

WASHINGTON (Reuters) – Agentes de fronteira dos Estados Unidos detiveram cerca de 100.000 imigrantes na fronteira com o México em fevereiro, de acordo com duas pessoas familiarizadas com os dados preliminares, o maior total de detenções para o mês de fevereiro desde 2006.

Os números, que não foram divulgados anteriormente, mostram o escopo de um aumento crescente de imigrantes que chegam à fronteira sudoeste, enquanto o presidente dos EUA, Joe Biden, um democrata, busca reverter algumas das políticas restritivas do ex-presidente Donald Trump, um republicano.

Em particular, um número crescente de crianças que chega à fronteira sem os pais ou responsável legal forçou as autoridades dos EUA nas últimas semanas a procurar por opções de moradia e tomar medidas para acelerar sua liberação para tutores nos Estados Unidos.

Os quase 100.000 imigrantes detidos na fronteira com o México em fevereiro representariam um aumento significativo em relação aos 78.000 registrados em janeiro. As fontes que forneceram os números à Reuters falaram sob a condição de anonimato.

Agentes da Patrulha de Fronteira dos EUA pegaram mais de 4.500 imigrantes cruzando a fronteira em um único dia na quarta-feira, de acordo com dados do governo compartilhados com a Reuters, um sinal de que as entradas ilegais podem continuar aumentando em março.

Os republicanos têm criticado Biden por reverter as políticas de imigração linha-dura de Trump, dizendo que a mudança levará a mais imigração ilegal.

(Reportagem de Frank Jack Daniel na Cidade do México e Ted Hesson em Washington; Reportagem adicional de Patricia Zengerle em Washington)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH241JL-BASEIMAGE

To Top