Papa Francisco inicia viagem arriscada e histórica ao Iraque
Brasil

Papa Francisco inicia viagem arriscada e histórica ao Iraque

Papa Francisco inicia viagem arriscada e histórica ao Iraque

O papa Francisco partiu de Roma nesta sexta-feira para iniciar uma viagem de quatro dias ao Iraque, em sua excursão mais arriscada ao exterior desde que foi eleito, em 2012, e a primeira visita de um pontífice ao país.

Um avião da Alitalia com o papa, seus assessores, uma equipe de segurança e cerca de 75 jornalistas decolou do aeroporto Leonardo da Vinci para um voo de quatro horas e meia rumo a Bagdá, a capital iraquiana.

Uma carreata de dezenas de veículos acompanhou Francisco a partir do complexo do aeroporto, que recentemente foi alvo de disparos de foguetes de grupos de milícias.

“Estou feliz por fazer viagens novamente”, disse papa em breves comentários a repórteres a bordo de seu avião. A pandemia de coronavírus impediu Francisco de viajar, e a viagem ao Iraque é a primeira para fora da Itália desde novembro de 2019.

“Esta é uma viagem emblemática e um dever para com uma terra martirizada há tantos anos”, disse Francisco, antes de colocar uma máscara e cumprimentar cada repórter individualmente, sem apertar as mãos.

O Iraque está mobilizando milhares de seguranças adicionais para proteger Francisco durante a visita, que acontece depois que uma série de disparos de foguetes e atentados suicidas provocou temores com a segurança do líder católico.

Na manhã de quarta-feira, dez foguetes caíram em uma base aérea que abriga forças dos Estados Unidos, da coalizão e do Iraque. Horas após o ataque, o papa reafirmou sua ida ao país.

O religioso de 84 anos visitará quatro cidades, entre elas Mosul, ex-bastião do Estado Islâmico onde igrejas e outros edifícios ainda mostram as cicatrizes do conflito.

Francisco também visitará Ur, berço do profeta Abraão, que é reverenciado por cristãos, muçulmanos e judeus, e se encontrará com o principal clérigo xiita iraquiano, o grande aiatolá Ali al-Sistani, de 90 anos.

Antes de deixar o Vaticano, o papa se encontrou com 12 refugiados do Iraque que estão vivendo na Itália.

A viagem é a 33ª do papa ao exterior. Ele deve voltar a Roma na manhã de segunda-feira.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH2411E-BASEIMAGE

To Top