EXCLUSIVO-Telecom Italia planeja cortar até 1.300 empregos na Itália este ano, dizem fontes
Business

EXCLUSIVO-Telecom Italia planeja cortar até 1.300 empregos na Itália este ano, dizem fontes

EXCLUSIVO-Telecom Italia planeja cortar até 1.300 empregos na Itália este ano, dizem fontes

MILÃO (Reuters) – A Telecom Italia (TIM) planeja cortar até 1.300 empregos na Itália este ano, disseram duas fontes sindicais nesta segunda-feira, enquanto o maior grupo telefônico daquele país reestrutura seus negócios em meio à crise da Covid-19.

Os potenciais cortes totalizariam cerca de 3% dos 42.600 funcionários da TIM na Itália e serão implementados por meio de um esquema de aposentadoria antecipada. A empresa também está considerando a contratação de novos funcionários para impulsionar uma unidade digital, disseram as fontes.

A TIM informou a representantes sindicais sobre o plano e disse que as demissões serão voluntárias.

A TIM não estava imediatamente disponível para comentar.

A empresa já reduziu seu quadro de funcionários, com mais de 2.500 pessoas saindo do grupo em 2020.

O antigo monopólio de telefonia, cujas receitas em seu principal mercado doméstico caíram 7,7% no ano passado, está buscando expandir suas operações de serviços, desenvolvendo uma unidade de nuvem recém-criada e impulsionando seus negócios de segurança cibernética, streaming de vídeo e Internet das Coisas (IoT).

Sob um plano de três anos revelado no mês passado, o presidente-executivo Luigi Gubitosi disse que o grupo pretende mais do que dobrar as receitas provenientes desses chamados “mercados adjacentes”.

(Reportagem de Elvira Pollina)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH271FC-BASEIMAGE

To Top