Africa

Estudantes nigerianos sequestrados são espancados e imploram por ajuda em vídeo

portalmixvalegoogle

Por Garba Muhammad

KADUNA, Nigéria (Reuters) – Um vídeo de alguns dos alunos sequestrados de uma faculdade no noroeste da Nigéria foi divulgado nesta sábado, mostrando os jovens encolhidos no chão de uma floresta enquanto os sequestradores armados os golpeavam com paus.

Trinta e nove estudantes estão desaparecidos depois que homens armados invadiram o Colégio Federal de Mecanização Florestal, no Estado de Kaduna, durante a noite de quinta-feira. O ataque marcou o quarto sequestro de estudantes no norte da Nigéria desde dezembro.

As imagens do vídeo compartilhadas nas redes sociais mostram cerca de duas dezenas de alunos implorando por ajuda em inglês e no idioma hauçá. Um deles diz que os sequestradores querem um resgate de 500 milhões de nairas (1,31 milhão de dólares).

“Se alguém vier nos resgatar sem o dinheiro, eles vão nos matar”, diz um estudante do sexo masculino no vídeo, enquanto um homem armado está atrás dele.

O reitor da faculdade, Bello Mohammed Usman, e a mãe de um dos jovens identificaram neste sábado as vítimas no vídeo como alguns dos estudantes sequestrados, incluindo uma mulher grávida. Usman não quis comentar sobre o pedido de resgate.

Abubakar Sadiq, secretário executivo da Agência de Gerenciamento de Emergências do Estado de Kaduna, disse não ter conhecimento do vídeo e que não tinha autoridade para comentar o pedido de resgate.

No início do sábado, o comissário de segurança de Kaduna, Samuel Aruwan, disse que outros nove estudantes estão desaparecidos além do que se pensava inicialmente, num total de 23 mulheres e 16 homens.

“O governo de Kaduna está mantendo uma comunicação próxima com a administração da faculdade, já que os esforços das agências de segurança são mantidos para rastrear os alunos desaparecidos”, disse Aruwan.

Os ataques de gangues de homens armados têm se intensificado ao longo dos últimos anos e as tentativas militares e policiais de combater as quadrilhas tiveram pouco sucesso. Muitos temem que as autoridades estaduais piorem a situação, permitindo que os sequestradores fiquem impunes, pagando-os ou fornecendo incentivos.

To Top