Servidor do gabinete pessoal de Bolsonaro morre de Covid-19
Brasil

Servidor do gabinete pessoal de Bolsonaro morre de Covid-19

Servidor do gabinete pessoal de Bolsonaro morre de Covid-19

O Palácio do Planalto divulgou nesta terça-feira o registro da primeira morte por Covid-19 de um servidor, que, segundo informação do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), fazia parte do gabinete pessoal do presidente Jair Bolsonaro.

“O servidor nominado era lotado no Gabinete Pessoal do presidente da República e não no GSI”, informou a assessoria de comunicação do GSI à Reuters.

Pouco antes, a Secretaria-Geral da Presidência havia informado em uma nota curta a ocorrência de um óbito por Covid entre os servidores do Planalto. “Mas não divulgaremos o nome em respeito à privacidade do servidor e de sua família”, acrescentou.

O presidente Jair Bolsonaro vinha se vangloriando de que, desde o início da pandemia há um ano, nenhum funcionário do Planalto teve um quadro grave de Covid-19.

Em declarações públicas, Bolsonaro atribuiu isso ao uso por servidores de cloroquina e outros medicamentos sem eficácia comprovada no tratamento de Covid-19.

Segundo o site Antagonista, no início do mês, morreu de Covid-19 o 2º sargento do Exército Silvio Kammers, ajudante de ordens do gabinete pessoal de Bolsonaro. O presidente da República, porém, determinou sigilo sobre o caso, segundo o site.

Uma publicação no Diário Oficial da União de 9 de março confirmou a morte de Kammers, sem informar o motivo.

(Reportagem adicional de Ricardo Brito)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH2F1NC-BASEIMAGE

To Top