Africa

Caos da Covid-19 ameaça eliminatórias da Copa do Mundo

Caos da Covid-19 ameaça eliminatórias da Copa do Mundo

As partidas eliminatórias da Copa do Mundo a serem disputadas na semana que vem na Europa e outros locais devem ser duramente afetadas pela recusa dos clubes de liberar jogadores para eventos internacionais, quarentenas de Covid-19 e restrições de viagem.

A Inter de Milão anunciou nesta quinta-feira que nenhum de seus jogadores será autorizado a atuar no exterior, já que o time teve mais dois casos positivos de Covid-19.

Os clubes da liga alemã dificilmente liberarão jogadores austríacos para a eliminatória de seu país contra a Escócia em 25 de março, mas o jogo continua agendado, mesmo se os visitantes entrarem em campo com uma equipe debilitada.

Os times da primeira e segunda divisões da França não liberarão jogadores estrangeiros convocados por suas seleções se os times estiverem jogando fora da União Europeia devido às regras rigorosas das quarentenas de Covid-19, informou a Liga Francesa de Futebol Profissional (LFP).

A Fifa afrouxou suas regras costumeiras, que obrigam os clubes a autorizar jogadores para partidas internacionais, se houver restrições de viagem de ou para uma localidade ou se o jogador for afetado por regras de quarentenas em casa ou na cidade anfitriã.

Já o treinador da França, Didier Deschamps, disse que terá um elenco completo para o jogo em casa contra a Ucrânia e para as viagens para enfrentar o Cazaquistão e Bósnia e Herzegovina.

Na América do Sul, a Conmebol decidiu suspender as próximas datas das eliminatórias para a Copa do Mundo previstas para fim de março devido às dificuldades para a participação de jogadores que atuam na Europa.

(Reportagem adicional de Julien Pretot, Peter Hall, Mark Gleeson e Zoran Milosavljevic)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH2H1IN-BASEIMAGE

To Top