Goldman vê recuo do preço do petróleo como oportunidade de compra
Agro

Goldman vê recuo do preço do petróleo como oportunidade de compra

Goldman vê recuo do preço do petróleo como oportunidade de compra

O Goldman Sachs vê o recuo do preço do petróleo como uma oportunidade de compra e prevê que o petróleo tipo Brent pode atingir 80 dólares por barril no verão do hemisfério norte, mesmo com a recente alta dos preços “dando uma grande pausa”.

Os preços do petróleo devem fechar com queda de cerca de 9% nesta semana, depois que crescentes preocupações sobre a fraca demanda na Europa e o fortalecimento do dólar norte-americano provocaram uma queda do Brent de cerca de 7% na quinta-feira.

O Brent saltou acima de 70 dólares o barril em 8 de março, pela primeira vez desde o início da pandemia de Covid-19. Mas era negociado em torno de 63,47 dólares o barril nesta sexta-feira.

Apesar da queda acentuada nos preços, o Goldman espera um rápido reequilíbrio do mercado de petróleo nos próximos meses.

O banco de Wall Street disse que ventos contrários relacionados à demanda da União Europeia e ao fornecimento do Irã reduziriam o reequilíbrio do mercado de petróleo em 750 mil barris por dia (bpd) no segundo trimestre, embora espere que a Opep+ aja para compensar isso.

O banco prevê um aumento de 2,8 milhões de bpd na produção da Opep+ em agosto, bem acima do aumento da produção previsto pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e pela Agência Internacional de Energia.

“Estimamos que o mercado de petróleo tenha permanecido em um grande déficit de 2,5 milhões de bpd desde fevereiro, apesar de nossa estimativa de que as exportações do Irã tenham aumentado 700 mil bpd no acumulado do ano”, disse Goldman em nota de 18 de março.

O banco espera um aumento significativo na demanda global por petróleo nos próximos meses, apoiado em indicadores de demanda em áreas de elevada taxa de vacinação Covid-19. A previsão do Goldman para o Brent subiu de 65 dólares por barril em março para 80 dólares por barril neste verão do hemisfério norte.

O banco disse que um ritmo mais rápido de vacinação nos Estados Unidos e maiores gastos fiscais criam riscos de alta para suas estimativas de demanda.

(Por Diptendu Lahiri e Swati Verma em Bangalore)

((Tradução Redação Rio de Janeiro, 5521 2223-7104)) REUTERS MN LC

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH2I16T-BASEIMAGE

To Top