Hamilton vence em estreia, mas Verstappen será duro de derrotar
Central America

Hamilton vence em estreia, mas Verstappen será duro de derrotar

Hamilton vence em estreia, mas Verstappen será duro de derrotar

Os “deuses da corrida” da Fórmula 1 sorriram para Lewis Hamilton e a Mercedes na prova de inauguração da temporada no Barein no domingo, mas o primeiro round do que promete ser uma luta muito mais longa mostrou que Max Verstappen, da Red Bull, será duro de derrotar.

Uma estratégia ousada e uma habilidade superior decidiram a disputa, já que Verstappen, que liderou nos testes e em todas as sessões de treino, largou na pole position com um carro mais rápido, mas chegou em segundo lugar.

O piloto holandês de 23 anos certamente teria vencido se não tivesse saído da pista quando ultrapassava Hamilton com pneus mais novos a quatro voltas do final e depois não tivesse recebido a ordem de ceder a liderança em um momento crucial da prova eletrizante.

“Se alguém tivesse me dito que este seria o resultado de domingo, provavelmente não teria acreditado”, disse o chefe da Mercedes, Toto Wolff. “Não tenho dúvida de que eles (Red Bull) são extremamente difíceis de derrotar. Eles estão liderando a fila. E acho que, hoje, os deuses da corrida estavam do nosso lado.”

A vitória por uma margem de 0s7 foi a 96ª de Hamilton, o que ampliou um recorde, e manteve pela 15ª temporada sucessiva seu histórico de vencer em todos os anos que já acumula na modalidade.

O piloto de 36 anos venceu 11 das 16 corridas em que largou no ano passado, mas a tarefa já parece muito mais árdua.

“No ano passado, teríamos ficado super felizes com este resultado, e agora estamos decepcionados, então certamente demos um bom passo adiante”, disse Verstappen, cujo novo colega de equipe, Sergio Pérez, foi da última para a quinta posição.

(Por Alan Baldwin)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH2S13N-BASEIMAGE

To Top