Soja avança em Chicago em meio a preocupações com oferta dos EUA
Agro

Soja avança em Chicago em meio a preocupações com oferta dos EUA

Soja avança em Chicago em meio a preocupações com oferta dos EUA

Por Tom Polansek

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros da soja negociados em Chicago saltaram nesta segunda-feira, impulsionados por preocupações com a redução da oferta nos Estados Unidos, diante de firme demanda por exportações e de uma área de plantio menor do que se esperava.

O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês) chocou o mercado na semana passada, ao reportar que os agricultores norte-americanos planejam semear 87,6 milhões de acres com soja e 91,1 milhões de acres com milho na primavera local.

Ambas as projeções ficaram abaixo das expectativas do mercado, de 89,996 milhões de acres para a soja e 93,2 milhões de acres para o milho.

“O foco do mercado será atrair os agricultores dos EUA a plantar mais acres com soja, além da necessidade de que sejam produzidos rendimentos próximos ao recorde”, disse Tomm Pfitzenmaier, analista da Summit Commodity Brokerage.

O contrato mais ativo da soja fechou em alta de 10,75 centavos de dólar, a 14,1275 dólares por bushel, enquanto o trigo avançou 7 centavos, para 6,18 dólares o bushel.

O milho, por sua vez, recuou 6,50 centavos, a 5,5325 dólares/bushel, após atingir o maior nível desde junho de 2013 na quinta-feira, a 5,85 dólares. Operadores venderam contratos da safra antiga e compraram contratos da nova safra, em negociações focadas no “spread”.

(Reportagem adicional de Naveen Thukral, em Cingapura)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH340ZY-BASEIMAGE

To Top