Corinthians foca na base e, em sete jogos, quase iguala marca de 2020
Últimas Notícias

Corinthians foca na base e, em sete jogos, quase iguala marca de 2020

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – A proposta da atual diretoria do Corinthians em promover os jovens jogadores das categorias de base tem dado resultado. Neste início de temporada, o técnico Vagner Mancini já promoveu seis atletas formados pelo clube.

No ano passado, com Tiago Nunes, Dyego Coelho e o próprio Mancini, o clube alvinegro deu a oportunidade para sete nomes pratas da casa estrearem como profissionais.

Foram os casos de Raul Gustavo, Xavier, Ruan Oliveira, Roni, Gabriel Pereira, Gustavo Mantuan e Madson. Exceção ao último jogador citado, que atualmente defende as cores do Santa Cruz, todos fazem parte do atual plantel do Corinthians e estão nos planos da comissão técnica.

Nesta temporada, o clube paulista tem sido mais agressivo ao utilizar os atletas oriundos da base. Nomes como Rodrigo Varanda, Cauê, Matheus Donelli, Antony, Adson e Vitinho já ganharam oportunidade e estrearam no time principal.

A tendência é que mais caras novas ganhem espaço nos próximos jogos. Inclusive, uma das ideias do clube é utilizar a primeira fase do Campeonato Paulista para testar esses jovens.

No elenco, há pelo menos três jogadores com possibilidades reais de serem utilizados nas próximas partidas: o lateral Guilherme Biro, que trata de lesão muscular, o volante Mandaca, que vive a expectativa de ser inscrito no Estadual, e o atacante Felipe Augusto.

Ainda há casos de atletas do sub-23, como os laterais Igor Formiga e Higor Lapa, que podem ser convocados para treinos com os profissionais.

O posicionamento da diretoria foi gerado pela grave crise financeira, herança das gestões passadas. Por conta disso, embora não descarte a contratação de um ou outro reforço pontual, o Corinthians não está ativo no mercado da bola.

O propósito atual é cortar gastos e reduzir em até 20% os custos de todos os departamentos do clube.

To Top