Saiba o que fazer para receber a grana do auxílio emergencial do governo
Auxílio Emergencial

Saiba o que fazer para receber a grana do auxílio emergencial do governo

Auxílio Emergencial tem prazo de 270 dias para saque do benefício

Saiba o que fazer para receber a grana do auxílio emergencial do governo Quem recebeu o auxílio emergencial em 2020 e depois trocou o número do telefone celular ou o próprio aparelho utilizado para acessar o benefício pelo aplicativo Caixa Tem pode ter sido bloqueado do acesso aos novos pagamentos, que tiveram início ontem.Saiba o que fazer para receber a grana do auxílio emergencial do governoQuem recebeu o auxílio emergencial em 2020 e depois trocou o número do telefone celular ou o próprio aparelho utilizado para acessar o benefício pelo aplicativo Caixa Tem pode ter sido bloqueado do acesso aos novos pagamentos, que tiveram início ontem.

Para combater fraudes, a Caixa Econômica Federal informou que permite apenas o cadastro de uma conta (um número de CPF) por número de celular e a utilização de até duas contas em um único dispositivo.

Os principais atingidos pelo problema são beneficiários que utilizam diversos chips de linhas pré-pagas e, por isso, possuem seus CPFs vinculados a diversos números de telefone.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirmou que 95% do público que compareceu às agências do banco ontem apresentou queixas relacionadas ao bloqueio do Caixa Tem devido a trocas de linhas ou aparelhos.

“Talvez esse seja o maior ponto em relação aos bloqueios: nós não permitimos um número grande de números de celular por CPF porque, no ano passado, identificamos isso como a principal fragilidade quanto a fraudes”, disse. “
O publico que enfrenta esse problema específico precisa ir a uma agência da Caixa, entre 8h e 13h, portando um documento oficial com foto, como o RG ou a Carteira Nacional de Habilitação, e o número do CPF.

A Caixa pede que, antes de ir ao banco, o público se informe pelo telefone 111.

Existem, porém, diversos outros motivos que podem levar ao indeferimento do auxílio emergencial 2021, sendo que o principal deles é o novo critério de elegibilidade que permite o pagamento do benefício a apenas um membro da família.

No ano passado, até duas pessoas do núcleo familiar poderiam receber o auxílio.

Beneficiários que tiveram o auxílio emergencial 2021 negado já podem contestar o indeferimento.
Os beneficiários que fizerem a consulta e forem considerados inelegíveis ao benefício terão dez dias corridos para fazer as contestações, ou seja, terão até 12 de abril, informa o Ministério da Cidadania.

Para isso, é preciso acessar o link https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/consulta/#/, preencher os dados e, após a negativa, clicar em “Contestar”.

To Top