Apoio fiscal e vacinação determinam rápida recuperação dos EUA, diz Powell
Economia

Apoio fiscal e vacinação determinam rápida recuperação dos EUA, diz Powell

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, comentou que “medidas fiscais, rápida vacinação e a política monetária” são fatores que determinam a acelerada recuperação do nível de atividade nos EUA, que, segundo o Fed, deve crescer 6,5% neste ano.

“Contudo, a recuperação nos EUA ocorre de forma desigual, pois há ainda 8,5 milhões desempregadas e a taxa de desemprego está perto de 20% para pessoas no quartil de menor renda”, destacou Powell.

De acordo com o presidente do Fed, o coronavírus “não respeita fronteiras e não estaremos protegidos enquanto todo o mundo não estiver vacinado.” Ele ressaltou que ‘há risco nos EUA, pois casos de covid-19 estão subindo e podem atrasar a recuperação” do país.

Jerome Powell ressaltou que a “compra de ativos pelo Fed continuará enquanto não ocorrer claro progresso de objetivos do Federal Reserve”, que são a máxima geração de emprego possível e taxa de inflação média de 2% em 12 meses.

Ele referiu-se ao programa de aquisição que compra mensalmente US$ 120 bilhões em títulos do Tesouro americano e ativos financeiros atrelados a hipotecas de imóveis. Os comentários foram realizados em evento que ocorre no contexto da reunião de primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI).

To Top