Respostas nos próximos dias sobre o Auxílio emergencial em processamento
Auxílio Emergencial

Respostas nos próximos dias sobre o Auxílio emergencial em processamento

Auxilio Emergencial

Respostas nos próximos dias sobre o Auxílio emergencial em processamento Desde o início do pagamento do auxílio emergencial 2021 trabalhadores usam as redes sociais para questionar o motivo de seus cadastros estarem com status “em processamento”. De acordo com o Ministério da Cidadania, órgão gestor do auxílio emergencial, o Governo Federal ainda trabalha no processamento de informações de cidadãos elegíveis ao benefício. Ou seja, esses trabalhadores precisam aguardar para que o pagamento do benefício seja confirmado. .

“Esses lotes estão sendo reprocessados, ou seja, sendo reavaliados considerando as informações mais recentes disponíveis nas bases de dados governamentais, conforme determina a legislação que disciplina o pagamento do benefício”, afirma o ministério.

Segundo o órgão, o resultado da análise dos requerimentos com o status “em processamento” será divulgado nos próximos dias. Também está em fase final o processamento das informações referentes aos inscritos no Bolsa Família, que receberão os repasses de acordo com o calendário habitual do programa, que em abril tem início no dia 16.

A Dataprev, que faz o processamento, explica que serão utilizados os cadastros com informações mais recentes, sobretudo considerando a possibilidade de perda de emprego e renda em meio à pandemia. Segundo a estatal, a última base de análise com dados mais recentes dos cidadãos foi atualizada no dia 5 de abril, e o reprocessamento foi iniciado no dia seguinte.

“A base analítica funciona como referência de dados dos requisitos do programa e é utilizada no sistema de cruzamento das informações. Durante a verificação do direito ao benefício, a empresa utiliza as informações mais recentes dos cidadãos disponíveis nas bases oficiais da União -indicadas pelo Ministério da Cidadania- com os critérios do novo programa”, afirma a Dataprev.

“A base é composta por informações disponíveis de todos os brasileiros nos 24 repositórios de dados de diferentes instituições oficiais. São verificados bilhões de registros”, ressalta.

Quando o trabalhador é considerado elegível ao benefício, seu cadastro é liberado para o pagamento do auxílio pela Caixa Econômica Federal e todas as parcelas devidas são depositadas.

Quem tiver o auxílio emergencial 2021 negado pode contestar o indeferimento pelo link https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/consulta/#/, em “Contestar”.

O sistema aceitará apenas critérios passíveis de contestação, ou seja, aqueles nos quais é possível haver atualização de bases de dados da Dataprev.

VALORES

O auxílio emergencial 2021 será pago em até quatro parcelas, com valores que variam conforme a composição familiar.

O trabalhador que mora sozinho vai receber parcelas de R$ 150. Se a família for composta por mais de uma pessoa, o benefício será de R$ 250, por mês.

No caso de uma mãe que, sozinha, é responsável pelo sustento de um filho menor de 18 anos, o valor das parcelas será de R$ 375.

To Top