Preocupação com safra de grãos da França aumenta após geadas, diz FranceAgriMer
Agro

Preocupação com safra de grãos da França aumenta após geadas, diz FranceAgriMer

Preocupação com safra de grãos da França aumenta após geadas, diz FranceAgriMer

Ainda é muito cedo para que sejam realizadas estimativas a respeito do impacto de severas geadas recentes sobre as safras de grãos da França, mas já há alguma preocupação com os danos verificados nas áreas central e sul do país, disse a FranceAgriMer nesta quarta-feira.

As temperaturas atingiram níveis muito inferiores a zero por várias noites consecutivas em diversas partes da França, maior produtora de grãos da União Europeia, causando sérios danos a vinhas, pomares e cultivos de beterraba sacarina, o que levou o governo do país a prometer um auxílio financeiro a agricultores.

“No norte e no extremo leste certamente haverá alguns danos locais, mas esperamos que sejam marginais”, disse a jornalistas o chefe do comitê de safras da FranceAgriMer, Benoit Pietrement.

“Estamos mais preocupados com a grande planície de Beaucé/Vale do Loire, onde as safras estavam mais desenvolvidas e a frente fria talvez tenha sido mais severa do que no leste”, acrescentou.

Em um relatório sobre oferta e demanda, a FranceAgriMer elevou sua estimativa para as exportações de trigo “soft” da França para países de fora da UE a 7,55 milhões de toneladas, ante 7,45 milhões na projeção do mês passado, levando em conta vendas anteriores e expectativas de demanda da Argélia e África.

A cifra, porém, ainda fica 44% abaixo do recorde de 13,54 milhões de toneladas registrado em 2019/20.

As vendas dentro da UE, por sua vez, foram estimadas em 5,6 milhões de toneladas, versus 5,8 milhões vistos no relatório de março, devido principalmente à forte competição representada pelo trigo da Alemanha na parte norte do bloco.

(Reportagem de Sybille de La Hamaide)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3D1DI-BASEIMAGE

To Top