Asia

China vai promover sustentabilidade da dívida em países em desenvolvimento, diz vice-ministro

China vai promover sustentabilidade da dívida em países em desenvolvimento, diz vice-ministro

A China promoverá a sustentabilidade da dívida em países em desenvolvimento por meio de sua iniciativa Belt and Road, disse nesta segunda-feira o vice-ministro do Comércio, Qian Keming, no Fórum de Boao.

A China promoverá projetos em países em desenvolvimento que gerem fluxos de caixa e lucros estáveis, disse Qian.

“Vamos levar adiante a sustentabilidade da dívida nos países em desenvolvimento”, disse Qian, acrescentando que Pequim também promoverá projetos verdes de baixo carbono e construirá projetos de infraestrutura de alto padrão para reduzir seu impacto ambiental.

Alguns países em desenvolvimento enfrentam riscos com o aumento da dívida, disse Qian, mas a China não forçou países pobres a quitarem dívidas e ajustou os pagamentos com base em suas condições.

Se os países escolherem a reestruturação da dívida, suas classificações de crédito podem ser afetadas e o custo do financiamento aumentará, disse ele.

A China estendeu o alívio da dívida aos países em desenvolvimento no âmbito da Iniciativa de Suspensão do Serviço da Dívida do G20, conforme os países africanos, atingidos pela pandemia de Covid-19, enfrentam outra crise da dívida.

Os empréstimos chineses desempenham um papel fundamental na África. O governo, bancos e empresas da China emprestaram cerca de 143 bilhões de dólares à África de 2000 a 2017, de acordo com a Universidade Johns Hopkins.

(Por Kevin Yao em Boao)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5047 2838))

REUTERS PVB CMO

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3I0TP-BASEIMAGE

To Top