Cármen Lúcia pede manifestação da PGR sobre acusação contra Salles
Brasil

Cármen Lúcia pede manifestação da PGR sobre acusação contra Salles

Cármen Lúcia pede manifestação da PGR sobre acusação contra Salles

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu nesta quarta-feira que a Procuradoria-Geral da República se manifeste acerca do pedido de abertura de investigação criminal contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, por supostos crimes ligados à venda ilegal de madeira.

A ministra havia sido designada relatora da notícia-crime contra Salles feita pelo delegado da Polícia Federal Alexandre Saraiva. O delegado ingressou no STF com um documento para a corte avaliar se abre uma investigação criminal contra Salles. O ministro detém foro privilegiado e só pode responder por crimes de natureza penal perante o Supremo.

Nas 38 páginas da notícia crime, obtida pela Reuters, o ministro do Meio Ambiente é apontado como defensor dos madeireiros, desacreditando as investigações de uma operação realizada em dezembro passado e que obteve uma apreensão recorde de madeira.

O documento afirma que Salles chega a respaldar documentos supostamente fraudados de aquisição de madeira. O ministro nega irregularidades.

O caso levou à saída de Saraiva do cargo de superintendente da PF no Amazonas.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3R00L-BASEIMAGE

To Top