Lagarde, do BCE, vê recuperação rápida à medida que vacinações aceleram
Economia

Lagarde, do BCE, vê recuperação rápida à medida que vacinações aceleram

Lagarde, do BCE, vê recuperação rápida à medida que vacinações aceleram

A economia da zona do euro deve crescer rapidamente no segundo semestre do ano com o aumento da distribuição de vacinas contra o coronavírus e a volta da vida ao normal, disse a presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, nesta quarta-feira.

Menos de um quarto da população do bloco recebeu sua primeira dose da vacina até agora e grande parte da Europa ainda está em um lockdown econômico, pois a campanha de imunização está progredindo de forma lenta.

Mas os gargalos no fornecimento de vacinas devem diminuir nos próximos meses e a questão principal será se os governos poderão superar o desafio logístico de distribuir as vacinas tão rápido quanto elas chegam.

“Ao que tudo indica, parece que (até) o final de junho, cerca de 70% da população deve ser vacinada pelo menos com a primeira dose”, disse Lagarde em um evento online do Fórum de Segurança de Aspen.

Alguns analistas privados estão menos otimistas, mas há amplo consenso de que 70% da população adulta da zona do euro pode ser totalmente vacinada até o final do verão no Hemisfério Norte, se os obstáculos logísticos forem superados.

Lagarde acrescentou que, embora a terceira onda da pandemia represente riscos negativos para o crescimento no curto prazo, as vacinas são a “luz no fim do túnel”, portanto não há razão para desistir das projeções do BCE de crescimento de 4% no ano inteiro.

(Por Balazs Koranyi)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3R179-BASEIMAGE

To Top