Auxílio-doença no INSS: Saiba quem tem direito a receber as diferenças
Benefícios

Auxílio-doença no INSS: Saiba quem tem direito a receber as diferenças

INSS pode aumentar aposentadoria de trabalhador

Auxílio-doença no INSS: Saiba quem tem direito a receber as diferenças O auxiliar administrativo Nelson Eugênio Pinto Junior, 43 anos, de Jaú (287 km de SP), espera desde o ano passado pelos atrasados do auxílio-doença do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

O leitor descobriu um câncer em julho de 2020, operou em agosto e precisou se afastar do trabalho, por isso solicitou o auxílio-doença ao INSS em setembro.

Ele relata que recebeu R$ 1.820 em novembro e R$ 284 em dezembro, mas diz que precisa receber R$ 3.280 de revisão do benefício. “Recebi pelo salário mínimo, mas tem uma diferença de mais de R$ 3.000”, diz Junior.

Devido ao fechamento das agências em 2020, entre março e setembro, serviços presenciais, como a perícia médica, foram suspensos. Assim, o INSS passou a pagar uma antecipação de R$ 1.045 (salário mínimo de 2020) ao segurado que enviasse atestado médico pelos canais remotos.

Se houvesse direito a um valor maior, as diferenças seriam pagas depois. “Estou tentando de todas as formas conseguir esse valor, mas não consigo e não tenho um retorno. Eles dizem que está liberado, mas tem uma data de pagamento e não sabem me informar o valor exato que devo receber”, comenta.

A diferença de valor seria paga no final do ano a quem cumprisse dois requisitos: tivesse feito o pedido do auxílio a partir de 1º, sem necessidade de prorrogação do benefício, ou não tivesse conseguido receber a antecipação por meio do envio de atestado.

Instituto diz que leitor tem direito a complemento

Em nota, o INSS afirma que revisou o benefício e que o leitor tem direito a um “complemento positivo”. “O INSS revisou o benefício do segurado e converteu o pedido de antecipação em concessão definitiva do auxílio por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença). Também foram alteradas a renda mensal e a data de cessação do benefício de 08/11/2020 para 24/11/2020″, afirma nota.

“Dessa forma, ele tem direto a um complemento positivo do período de 09/09/2020 a 24/11/2020”, completa o instituto. Para receber o valor, o leitor pode fazer o pedido pelos canais remotos do INSS (site gov.br/meuinss, aplicativo Meu INSS para celular e telefone 135), no serviço “Solicitar Pagamento de Benefício não Recebido”.​ Fonte: Agora

To Top