Bolsas da Europa fecham em baixa, com setor de tecnologia sob pressão
Economia

Bolsas da Europa fecham em baixa, com setor de tecnologia sob pressão

portalmixvalegoogle

Os mercados acionários da Europa abriram sem sinal único, com pouco impulso, mas pioraram ao longo do pregão. O quadro negativo nas bolsas de Nova York e a fraqueza de ações do setor de tecnologia influenciaram, em dia de agenda modesta no continente.

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em queda de 1,43%, em 433,65 pontos.

Entre os setores, o de tecnologia esteve sob pressão. O movimento foi puxado pela queda de 12,34% da ação do TeamViewer em Frankfurt, após balanço que frustrou investidores. Na bolsa alemã, o índice DAX fechou em queda de 2,49%, em 14.856,48 pontos.

Ações ligadas a viagens na Europa, como companhias aéreas e grupo hoteleiros, chegaram a subir com a perspectiva de relaxamento nas regras para entrada de turistas estrangeiros na União Europeia, mas perderam fôlego ao longo do dia. Air France-KLM, por exemplo, inverteu o sinal de mais cedo e terminou em baixa de 1,19% e a rede de hotéis Accor recuou 0,42%, na Bolsa de Paris. Nesta praça, o índice CAC 40 recuou 0,89%, a 6.251,75 pontos.

Na Bolsa de Londres, o índice FTSE 100 fechou em queda de 0,67%, em 6.923,17 pontos, na volta de um feriado na segunda-feira. Lloyds caiu 0,86% e Barclays, 2,62%, entre os bancos britânicos. Já BP avançou 2,36%, em jornada positiva para o petróleo.

Em Milão, o índice FTSE MIB terminou em baixa de 1,81%, em 23.977,53 pontos. Entre os papéis mais negociados, Intesa Sanpaolo caiu 1,11% e Telecom Italia, 1,84%.

Na Bolsa de Madri, o índice IBEX 35 recuou 0,71%, a 8.830,40 pontos, com Santander em baixa de 1,19%.

Em Lisboa, o índice PSI 20 caiu 1,67%, a 5.045,32 pontos.

To Top