Gargalos de oferta fazem produção industrial alemã cair em abril
Economia

Gargalos de oferta fazem produção industrial alemã cair em abril

Gargalos de oferta fazem produção industrial alemã cair em abril

A falta de semicondutores, madeira e outros bens intermediários levou a uma queda inesperada na produção industrial alemã em abril, mais um sinal de que os enormes gargalos no fornecimento estão dificultando a recuperação na maior economia da Europa.

A Agência Federal de Estatísticas da Alemanha informou que a produção industrial caiu 1,0% no mês, após um aumento revisado para baixo de 2,2% em março. Pesquisa da Reuters apontava um aumento de 0,5% em abril.

A diminuição foi impulsionada por uma queda na produção de bens de consumo de mais de 3% e recuo no setor de construção acima de 4%.

Os números industriais mais fracos do que o esperado sugerem que a economia alemã terá de contar com os gastos das famílias para apoiar uma recuperação ainda frágil da crise do coronavírus.

“Essa combinação é sem paralelos: os livros de encomendas na indústria estão bem cheios e a produção está caindo”, disse o economista do VP Bank Thomas Gitzel, acrescentando que os problemas de fornecimento com semicondutores estão reduzindo a produção na indústria automobilística.

O Ministério da Economia disse que a produção industrial está sendo prejudicada por gargalos no fornecimento de produtos intermediários, como semicondutores e madeira. Mas acrescentou que as pesquisas de sentimento empresarial sugerem uma melhora nos próximos meses.

(Reportagem adicional de Paul Carrel)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH570JO-BASEIMAGE

To Top