31 milhões de aposentados e pensionistas ganham o 13º salário do INSS
Benefícios

31 milhões de aposentados e pensionistas ganham o 13º salário do INSS

INSS pode aumentar aposentadoria de trabalhador

31 milhões de aposentados e pensionistas ganham o 13º salário do INSS O aguardado pagamento antecipado do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) começará a ser feito nesta terça-feira (25) para beneficiários que recebem um salário mínimo (R$ 1.100, em 2021) e têm cartão com final 1, sem contar o dígito depois do traço.

As datas de pagamento obedecem ao calendário regular do benefício. Cerca de 31 milhões de segurados têm direito à primeira parcela da gratificação natalina. São eles: aposentados, pensionistas e segurados que recebem auxílio-doença, auxílio-acidente ou auxílio-reclusão em 2021.

Quem ganha benefícios assistenciais pagos pela Previdência, como BPC/Loas e renda mensal vitalícia, não tem direito ao abono.

Já é possível verificar a data em que irá receber o 13º e o valor da parcela pelo Meu INSS. A consulta é feita com CPF e senha.

Para quem já estava recebendo o benefício em janeiro deste ano, a primeira parcela do abono equivale à metade da renda mensal bruta paga pelo INSS.

Já quem passou a ter a renda previdenciária a partir de fevereiro irá receber de forma proporcional aos meses de benefício. A segunda parcela estará na folha de pagamentos do INSS de junho e será liberada entre os dias 24 de junho e 7 de julho. Ela poderá ser menor se houver cobrança do Imposto de Renda.

A tributação varia conforme a idade. O segurado de até 64 anos paga IR caso receba acima de R$ 1.903,98. De 65 anos em diante, há isenção extra do IR e o imposto só é cobrado se o benefício superar R$ 3.807,96.

Embora a antecipação estivesse nos planos do Ministério da Economia desde o primeiro trimestre deste ano, a antecipação do 13º do INSS foi liberada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em 4 de maio.

O objetivo do governo federal é aquecer a economia neste momento de agravamento da pandemia de Covid-19. Só com a primeira parcela o INSS, serão injetados R$ 25,3 bilhões no país até 8 de junho.

A expectativa do Ministério da Economia é pagar R$ 52,7 bilhões com o abono. Segundo o ministério, a antecipação do 13º não terá impacto orçamentário, pois haverá apenas a mudança da data de pagamento.

To Top