Bolsonaro: Somos humanos e erramos, mas jamais errei por omissão
Política

Bolsonaro: Somos humanos e erramos, mas jamais errei por omissão

portalmixvalegoogle

O presidente Jair Bolsonaro disse que, apesar de poder ter cometido erros no combate à pandemia de covid-19, “jamais errou por omissão”. “Muitas vezes dói ouvir certas palavras, mas isso nos conforta porque somos humanos e erramos. Quantas vezes eu errei, mas jamais errei por omissão. Desde o início da pandemia, estive no meio de vocês, nas comunidades mais pobres de Brasília, criticado por isso. Poderia ter ficado no Palácio da Alvorada com todo o conforto do mundo, mas sempre preferi estar ao lado do povo”, discursou nesta sexta-feira (11) durante cerimônia de entrega de casas em São Mateus (ES).

No evento, o presidente voltou a repetir que fez uso da cloroquina, remédio com ineficácia comprovada contra a covid-19 e que pode causar problemas cardíacos. “Talvez eu tenha sido o único chefe de Estado que procurou remédio para esse mal. Tinha que aparecer alguma coisa”, disse. Sobre a insistência em recomendar o uso do remédio comprovadamente ineficaz, Bolsonaro disse que não é “cabeça-dura”, mas, sim, “perseverante”.

O presidente também afirmou que não tem preço “ver a turma de verde amarelo ao nosso lado”. Mais cedo, durante a chegada a Vitória (ES), o presidente cumprimentou, sem máscara, apoiadores e causou aglomerações. No desembarque no aeroporto da capital capixaba, Bolsonaro apareceu de surpresa em um voo da Azul Linhas Aéreas e tirou fotos ao lado de passageiros e tripulantes. Nas redes sociais, circulam vídeos do encontro no avião em que o presidente é hostilizado com gestos obscenos e gritos de “fora, Bolsonaro”.

“Esqueçamos os que nos atacam, aqueles que buscam o poder pelo poder. Nós queremos o poder para servir. Me orgulho do meu passado. Hoje, vocês têm um presidente que acredita em Deus, que é leal ao seu povo, que acredita nos militares e que nunca jogou fora das quatro linhas da Constituição”, completou no discurso em São Mateus.

Bolsonaro esteve acompanhado do ex-senador e pastor Magno Malta e dos ministros da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

To Top