Bolsas da Europa fecham sem direção única em compasso de espera por Fed
Economia

Bolsas da Europa fecham sem direção única em compasso de espera por Fed

portalmixvalegoogle

As bolsas da Europa fecharam sem direção única nesta quarta-feira, em meio à cautela nos mercados internacionais antes da decisão de juros do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano). Não é esperada nenhuma alteração na política monetária dos Estados Unidos nesta quarta, mas há expectativa pela atualização das projeções econômicas e pela coletiva do presidente da instituição, Jerome Powell. Nesse compasso de espera, o índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,34%, aos 459,86 pontos.

Analista-chefe de mercados da CMC Markets, Michael Hewson avalia que o tom foi em geral positivo nas bolsas europeias nesta quarta, apesar de indicadores abaixo do esperado na China.

Em Londres, o índice acionário FTSE 100 subiu 0,17%, a 7.184,95 pontos. “O salto surpresa de hoje na inflação do Reino Unido acima da meta de 2% do Banco da Inglaterra não parece ter causado tanta consternação”, afirma Hewson, em referência ao índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla me inglês) britânico em maio, que foi divulgado nesta quarta.

As ações da Anglo American recuaram 1,18% em Londres e as da Glencore cederam 1,23%. Os papéis das mineradoras foram impactados pela confirmação de que a China vai liderar a venda de parte de suas reservas de metais industriais para conter a alta nos preços das commodities.

Segundo analistas da LPL Financial, “todos os olhos estão voltados para a reunião do Fed”. O Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) do banco central americano anuncia a decisão de juros às 15h pelo horário de Brasília. A expectativa maior é em relação às projeções para a inflação, o gráfico de pontos e qualquer sinal de debate sobre “tapering”, como é chamado o processo de retirada dos estímulos monetários.

O índice DAX, da Bolsa de Frankfurt, por sua vez, caiu 0,12%, a 15.710,57 pontos.

Em Paris, o CAC 40 encerrou o dia com avanço de 0,20%, a 6.652,65 pontos. As ações da Airbus subiram 0,80%, ainda em reação à trégua entre EUA e União Europeia sobre as tarifas a fabricantes de aviões, mas os papéis da ArcelorMittal caíram 1,64%.

Em Milão, o índice FTSE MIB subiu 0,12%, a 25.767,54 pontos, e o IBEX 35, de Madri, recuou 0,31%, a 9.202,20 pontos.

Na Bolsa de Lisboa, o PSI 20 terminou o dia em alta de 0,46%, a 5.225,14 pontos.

To Top