EUA classificam expansão de arsenal nuclear da China como "preocupante"
Asia

EUA classificam expansão de arsenal nuclear da China como “preocupante”

EUA classificam expansão de arsenal nuclear da China como "preocupante"

O governo dos Estados Unidos afirmou nesta quinta-feira que o aumento rápido das forças nucleares da China é preocupante, e pediu ao governo de Pequim que participe de “medidas práticas para reduzir os riscos de corridas armamentistas desestabilizantes”.

A expansão do arsenal se tornou mais difícil de esconder para a China e parece desviar de décadas de estratégia nuclear fundamentada na dissuasão mínima, afirmou o porta-voz do Departamento de Estado dos EUA Ned Price em um pronunciamento regular à imprensa.

Price respondia a uma pergunta sobre reportagem publicada no jornal Washington Post de que a China havia começado a construir mais de 100 novos depósitos de mísseis em uma área desértica na parte ocidental do país.

“Essas informações e outros desenvolvimentos sugerem que o arsenal nuclear da RPC irá crescer mais rapidamente, e a um nível mais alto do que era esperado anteriormente”, disse Price, utilizando acrônimo para República Popular da China.

“Essa expansão é preocupante. Levanta questões sobre as intenções da RPC. E para nós, reforça a importância de buscar medidas práticas para reduzir riscos nucleares”, afirmou.

“Encorajamos Pequim a participar conosco de medidas práticas para reduzir os riscos de corridas armamentistas desestabilizantes – e potencialmente tensões desestabilizantes.”

Price acrescentou que era por isso que o presidente norte-americano, Joe Biden, havia priorizado a estabilidade estratégica em seu engajamento com o presidente russo, Vladimir Putin, e acrescentou: “O mesmo raciocínio se aplica nas relações com outra potência nuclear, a República Popular da China”.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH6033B-BASEIMAGE

To Top