Demitido que aderiu ao saque aniversário receberá valor total do FGTS?
Benefícios

Demitido que aderiu ao saque aniversário receberá valor total do FGTS?

saldo do fgts na caixa

Demitido que aderiu ao saque aniversário receberá valor total do FGTS? Leitores querem saber se, após esperar a carência, conseguem pegar todo o dinheiro que ficou preso com a demissão; entenda. Aderi ao saque-aniversário do FGTS e me arrependi. Solicitei a volta para o saque-rescisão. Sei que tenho de esperar dois anos, mas, será que, quando acabar a carência, consigo sacar todo o dinheiro que ficou retido no FGTS depois que fui demitido? Resposta: Não.

Quando o trabalhador faz a opção pelo saque-aniversário do FGTS, ele perde o direito de receber o Fundo de Garantia em caso de demissão. Se for demitido, vai receber apenas a multa de 40%.

Mas ainda que se arrependa da decisão imediatamente, o retorno ao saque-rescisão só vai ocorrer no primeiro dia útil do 25º mês seguinte ao da solicitação, explica a Caixa Econômica Federal. Ou seja, vai ter de esperar 2 anos e um mês.

Mesmo depois de esperar esse tempo todo, o trabalhador não vai conseguir pôr a mão no dinheiro como se tivesse sido mandado embora naquele momento, nada disso. Perdeu mesmo o direito, e só vai poder tirar o dinheiro do fundo em caso de aposentadoria, doença grave, uso para a casa própria ou se ficar três anos sem carteira assinada, entre outras possibilidades.

Entenda como funciona

Vamos considerar que um trabalhador aderiu ao saque-aniversário e faz aniversário no mês de abril. Em maio deste ano (2021), ele decide alterar a sistemática do FGTS para a modalidade saque-rescisão. Durante esta carência, ele é demitido sem justa causa.

O que ele vai receber?

Neste caso, explica a Caixa Econômica, ao ser demitido, ele terá acesso à multa de 40%. Ele também poderá receber o valor do saque-aniversário em ABRIL/2022 e ABRIL/2023.

A partir de 1º/6/2023, passa a valer o saque-rescisão. E só a partir desta data, caso for demitido sem justa causa, poderá sacar o dinheiro do Fundo, mais a multa.

O dinheiro que ficou retido por conta da demissão no período do saque-aniversário só poderá ser sacado em outras ocasiões, como aposentadoria ou uso para a compra da casa própria, por exemplo. Fonte: R7

To Top