Indústria de MG supera setor fluminense em valor de transformação, diz IBGE
Economia

Indústria de MG supera setor fluminense em valor de transformação, diz IBGE

portalmixvalegoogle

Com preços mais altos do minério de ferro, a indústria de Minas Gerais passou a ser a segunda maior do Brasil em valor de transformação industrial (VTI) em 2019, representando 11,5% do total nacional, mostram dados da Pesquisa Industrial Anual (PIA) Empresa, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) nesta quarta-feira.

Minas Gerais superou o Rio de Janeiro no ranking, que representava 11,3% do valor de transformação industrial em 2019. O valor total nacional era de R$ 1,4 trilhão. No ano anterior, em 2018, os Estados respondiam, respectivamente, 11,1% e 11,4% do total nacional. O Rio já havia perdido o segundo lugar no ranking pontualmente em 2015.

Synthia Santana, gerente da pesquisa do IBGE, explica que o crescimento de Minas Gerais tem mais relação com o preço do minério, uma vez que houve redução do volume produzido naquele ano, em função do rompimento da barragem da mina de Córrego do Feijão, em Brumadinho. “Quase 30% do valor da transformação de Minas é de minerais metálicos. Pode ter efeito de preço”, disse a pesquisadora.

Na indústria fluminense, destaca-se a dependência da extração de petróleo e gás natural (33,1%) e da fabricação de coque, de produtos derivados do petróleo e de biocombustíveis (30,3%), que somam 63,4% do VTI estadual.

São Paulo permanece líder nacional de valor da indústria de transformação. O Estado respondia por 32,6% do VTI, perdendo 1 ponto porcentual de participação em relação a 2018. A perda de participação da indústria vem ocorrendo ao longo dos anos e tem sido explicada pela indústria automobilística.

To Top