Novo Auxílio do Vale Gás paga R$ 300
Benefícios

Novo Auxílio do Vale Gás paga R$ 300

gás de cozinha gov 1

Novo Auxílio do Vale Gás paga R$ 300 Cerca de 100 mil famílias serão atendidas pelo programa; grana sai em julho

O Governo de São Paulo lançou o programa “Vale Gás”, que auxiliará famílias em situação de vulnerabilidade na compra de botijões de gás.

Em coletiva no Palácio dos Bandeirantes, o governador João Doria (PSDB) e Célia Parnes, secretaria de Desenvolvimento Social, afirmaram que o programa dará R$ 100 em forma de voucher para cerca de 100 mil famílias, totalizando 500 mil pessoas no estado a comprarem o item.

Para saber se tem direito ao benefício, o cidadão precisa fazer a consulta no site do programa: www.valegas.sp.gov.br. Também é possível saber se vai receber os valores com consulta no site do Bolsa do Povo (bolsadopovo.sp.gov.br). Para isso, é preciso informar o NIS (Número de Informação Social).

O “Vale Gás” pagará três parcelas de R$ 100. A previsão é que a liberação da grana comece no dia 20 de julho. Serão cerca de R$ 30 milhões investidos no programa, segundo o governo do estado.

Para ser elegível ao programa, é necessário que a renda mensal por pessoa da família seja de até R$ 178, as pessoas sejam inscritas no CadÚnico (sem Bolsa Família) e residem em comunidades e favelas de 82 municípios paulistas.

O vale-gás deve custear uma das maiores despesas das famílias nos últimos meses. De junho de 2020 a junho deste ano, a Petrobras elevou o preço do botijão de 13 kg na refinaria em 93,64%, segundo dados do Sindigás (sindicato das distribuidoras), com base em levantamento da ANP (agência do petróleo).

Sergio Bandeira de Mello, presidente do Sindigás, afirma que o problema relacionado ao botijão de gás não é uma questão de preço, mas sim de renda.

“É preciso estabelecer programa social que enfrente o problema e a realidade de que uma parcela da população que tem dificuldade de acesso a este importante energético”, afirmou o sindicalista, em nota enviada ao Agora.

A Petrobras reajustou o gás de cozinha vendido em botijões de 13 kg na semana passada. O reajuste foi de 5,8% nas refinarias, mas o valor costuma ser repassado aos consumidores.

Hoje, o preço médio do botijão de gás na cidade de SP, segundo a ANP (agência de petróleo), está em R$ 85,95. A pesquisa foi feita entre 6 e 12 de junho, uma alta de 25,86% em comparação com o mesmo mês do ano passado, quando estava em R$ 68,24, em média.

O reajuste da Petrobras no período foi de 93,64%, segundo o Sindigás (sindicato das distribuidoras de gás).

Veja os municípios participantes:

  • Americana, Amparo, Atibaia
  • Bananal, Barueri, Bauru, Bertioga, Biritiba-Mirim, Botucatu
  • Caçapava, Caieiras, Cajamar, Campinas,Campo Limpo Paulista, Campos do Jordão, Capivari, Caraquatatuba, Carapicuíba, Cordeirópolis, Cotia, Cruzeiro, Cubatão
  • Diadema
  • Embu das Artes
  • Ferraz de Vasconcelos, Francisco Morato, Franco da Rocha
  • Guaratinguetá, Guarujá, Guatulhos
  • Hortolândia
  • Ibirarema, Ibiúna, Ilhabela, Itapecerica da Serram, Itapevi, Itaquaquecetuba, Itirapina, Itu
  • Jacareí, Jandira, Jundiaí
  • Lorena
  • Mairinque, Mairiporã, Marília, Mauá, Mogi das Cruzes
  • Osasco
  • Pederneiras, Peruíbe, Piracicaba, Pirapora do Bom Jesus, Poá, Praia Grande
  • Ribeirão Pires, Ribeirão Preto, Rio Claro, Rio Grande da Serra
  • Salto, Santa Cruz do Rio Pardo, Santana de Parnaíba, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São José dos Campos, São Paulo, São Pedro, São Roque, São Sebastião, São Vicente, Sorocaba, Sumaré, Suzano
  • Tabatinga, Taboão da Serra, Tatuí, Tremembé
  • Ubatuba
  • Várzea Paulista, Votorantim – Fonte: Agora
To Top