Governo federal dos EUA processa Texas contra proibição de aborto no Estado
Health

Governo federal dos EUA processa Texas contra proibição de aborto no Estado

Governo federal dos EUA processa Texas contra proibição de aborto no Estado

O governo do presidente Joe Biden processou o Texas nesta quinta-feira, buscando bloquear uma legislação que praticamente proíbe o aborto no Estado, enquanto os democratas temem que o direito ao aborto, estabelecido no país há quase 50 anos possa estar em risco.

A Suprema Corte dos EUA na semana passada manteve em vigor uma lei do Texas que proíbe o aborto após seis semanas de gravidez, antes de muitas mulheres perceberem que estão grávidas.

Embora a decisão não aborde a constitucionalidade da lei texana, ela representou uma vitória gigantesca para os conservadores, que tentam proibir o aborto desde a decisão Roe vs. Wade, de 1973, que estabeleceu no país o direito constitucional ao procedimento.

O procurador-geral, Merrick Garland, classificou a lei do Texas como “claramente inconstitucional”.

“Esse tipo de esquema para anular a Constituição dos Estados Unidos é um que todos os americanos, de qualquer partido ou orientação política, deveriam temer”, disse Garland. “Se ele prevalecer, ele se torna um modelo para ação em outras áreas por outros Estados.”

A lei texana depende de cidadãos para sua aplicação ao abrirem processos contra pessoas que ajudarem uma mulher a obter um aborto após seis semanas, seja ela um médico que faça o procedimento, ou um motorista que a leve até uma clínica.

A lei permite que as pessoas que abram processos recebam recompensas de no mínimo 10 mil dólares e não abre exceções para casos de estupro ou incesto, embora existam pequenas exceções em alguns casos de risco de saúde para a mãe. O governador republicano do Texas, Greg Abbott, defendeu a lei nesta semana, dizendo que o Estado irá “eliminar todos os estupradores”.

(Reportagem de Sarah N. Lynch; reportagem adicional de Jan Wolfe e Gabriella Borter)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH88141-BASEIMAGE

To Top