Imunossuprimidos já podem se vacinar sem agendamento no DF
Agência Brasil

Imunossuprimidos já podem se vacinar sem agendamento no DF

portalmixvalegoogle

Pessoas que têm imunossupressão grave, como doenças congênitas, câncer, transplantados, HIV positivo, entre outros, já podem receber a dose adicional contra a covid-19 sem necessidade de agendar atendimento no Distrito Federal. A medida começa a valer a partir desta segunda-feira (11). Confira a lista dos pontos de vacinação

Desde que começou no DF, há algumas semanas, a aplicação da dose de reforço neste público era feita a partir de um agendamento prévio no página da Secretaria de Saúde. Agora, basta a pessoa comparecer em um dos pontos de vacinação indicados para este público, levando cartão de vacina, documento de identidade com foto e laudo ou relatório médico.

Diferentemente da dose de reforço para idosos e profissionais de saúde, que requer um intervalo mínimo de seis meses após a segunda dose (ou dose única), a dose adicional para imunossuprimidos graves é aplicada a partir do 28º dia após a segunda dose. O imunizante utilizado é preferencialmente o do laboratório Pfizer-BioNTech.

A dose adicional foi acrescentada especificamente para esse público após análises de uma menor resposta imune desses pacientes, mesmo depois do recebimento da segunda dose ou dose única.

Estima-se que, no DF, as pessoas com algum tipo de imunossupressão somem uma população de 26 mil pessoas. No entanto, até agora, pouco mais de 6 mil compareceram aos postos para tomar a dose de reforço.  

 

To Top