Preços da soja recuam enquanto traders preveem relatório de produção baixista nos EUA
Agro

Preços da soja recuam enquanto traders preveem relatório de produção baixista nos EUA

Preços da soja recuam enquanto traders preveem relatório de produção baixista nos EUA

Por P.J. Huffstutter

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros da soja em Chicago despencaram nesta segunda-feira, à medida que os traders disputavam posições sobre o que parece ser uma grande safra nos EUA e antes do que se espera que seja uma previsão baixista para a produção dos EUA esta semana.

A marca de referência de Chicago dos futuros da soja para novembro atingiu a resistência técnica em sua média móvel de 10 dias durante a noite. Mas enquanto os investidores esperavam pelo relatório de oferta e demanda global do Departamento de Agricultura dos EUA na terça-feira, a força contínua do mercado de petróleo dos EUA manteve um controle sobre as oscilações do mercado, disseram analistas.

Os futuros do milho subiram no início da sessão, enquanto o trigo esteve sem direção comum.

“O mercado está se preparando para um relatório negativo do USDA amanhã”, disse o analista Dax Wedemeyer, da US Commodities, em West Des Moines, Iowa. “Todos estão esperando que a grande produtividade dos grãos sobre os quais temos ouvido falar sejam transferidos para este relatório.”

Na bolsa de Chicago, o contrato mais ativo da soja fechou o dia em queda de 14,75 centavos de dólar, para 12,28 dólares o bushel. O milho fechou em alta de 2,5 centavos de dólar para 5,33 dólares o bushel e o trigo recuou 2,25 centavos de dólar, para 7,3175 dólares o bushel.

Enquanto isso, analistas disseram estar de olho nos padrões climáticos tanto nos Estados Unidos quanto na América do Sul nos próximos dias.

As chuvas no Meio-Oeste dos EUA desaceleraram as colheitas de milho e soja, mas as previsões do tempo indicam dias mais secos até o final da semana, de acordo com meteorologistas do Commodity Weather Group. E as chuvas de fim de semana no Brasil permaneceram bastante generalizadas, ajudando no crescimento da safra.

(Reportagem de adicional de Naveen Thukral em Cingapura e Sybille de La Hamaide em Paris)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH9A0YX-BASEIMAGE

To Top