Ações da China avançam após dados comerciais mais fortes do que o esperado
Asia

Ações da China avançam após dados comerciais mais fortes do que o esperado

Ações da China avançam após dados comerciais mais fortes do que o esperado

As ações da China fecharam em alta nesta quarta-feira, impulsionadas pelas ações de consumo e tecnologia depois que dados comerciais domésticos melhores do que o esperado diminuíram temores de desaceleração econômica alimentados por uma crise de energia e pelo endividamento da Evergrande.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 1,2%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,4%.

O crescimento das exportações da China acelerou inesperadamente em setembro, já que a demanda global ainda sólida compensou algumas das pressões sobre as fábricas devido à escassez de energia, gargalos de oferta e um ressurgimento de casos de Covid-19 no país.

“Combinado a dados separados mostrando que o consumo de eletricidade se manteve bem no mês passado, isso sugere que o impacto do racionamento de energia ficou em grande parte confinado a algumas indústrias de uso intensivo de energia e não reteve a atividade de manufatura mais ampla como muitos temiam”, escreveu Julian Evans-Pritchard, economista sênior para China na Capital Economics.

Ainda assim, o subíndice imobiliário caiu 0,6% em meio a sinais de que a crise de dívida da Evergrande está se espalhando pelo setor, atingindo mais incorporadoras chinesas.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,32%, a 28.140 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG permaneceu fechado.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,42%, a 3.561 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,15%, a 4.940 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,96%, a 2.944 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,70%, a 16.347 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 1,43%, a 3.156 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,11%, a 7.272 pontos.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH9C0G8-BASEIMAGE

To Top