MEU INSS pode facilitar a solicitação de revisão
Benefícios

MEU INSS pode facilitar a solicitação de revisão

MEU INSS

MEU INSS pode facilitar a solicitação de revisão Documentos fundamentais para contestar o instituto podem ser acessados direto da plataforma.

Pedir a revisão de um benefício ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) requer tanta atenção quanto o primeiro pedido. O beneficiário precisa estar atento a toda documentação do seu processo de concessão para garantir que terá o direito reconhecido.

Dois documentos fundamentais para a revisão podem ser obtidos pela internet, evitando que o segurado precise ir até uma agência do instituto.

Pela plataforma digital Meu INSS (site ou aplicativo) é possível acessar o extrato previdenciário (Cnis) e o processo administrativo.

No Cnis estão todos os registros da vida laboral do segurado. Se alguma informação estiver errada no extrato, o trabalhador pode ter uma análise incorreta, reduzindo sua renda.

Analisando o Cnis, o segurado pode se certificar de que todos os seus trabalhados e contribuições foram considerados pelo INSS.

Já o processo administrativo mostra como foi feita a análise do pedido do benefício pelo técnico do instituto previdenciário.

É possível solicitar este documento em papel nas agências do INSS, mas a entrega pode levar até dois meses. Pelo Meu INSS, processos de 2018 para cá podem ser acessados e impressos. Para períodos anteriores é preciso solicitar a cópia do processo, também pelo Meu INSS, pois os documentos estão em fase de digitalização.

Prazo da revisão

A revisão administrativa tem de ser solicitada em até dez anos da concessão do benefício. Porém, para a Justiça, se dentro deste período houver a negativa da correção, o prazo é zerado e passa a ser contabilizado novamente.

Especialistas recomendam que o pedido seja feito nos cinco primeiros anos para que o segurado receba todos os meses retroativos.

Para solicitar a revisão é preciso agendar o atendimento no Meu INSS ou no telefone 135.

Saiba como obter os dois principais documentos

CNIS

No CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais) estão registradas todas as contribuições previdenciárias do trabalhador

É nele que será comprovado:

  • A data da filiação à Previdência Social
  • Os valores dos salários de contribuição
  • O tempo de contribuição e carência
  • Períodos de recebimento de benefícios previdenciários, como auxílio-doença

O extrato previdenciário é o documento oficial que demonstrará o direito a determinado benefício ou revisão

Onde pegar o extrato

  1. Faça login no Meu INSS
  2. Clique em “Do que você precisa?” e escreva CNIS
  3. Clique em “Baixar PDF”

Mais de um CNIS

  • Há trabalhadores que têm mais de um NIT (Número de Identificação do Trabalhador) e fica com dois extratos previdenciários
  • Neste caso, há chances de quando consultar o seu CNIS, o trabalhador encontrar contribuições somente de um trabalho
  • Para resolver esse problema, é possível pedir a unificação dos números do NIT por meio de “Atualização de Cadastro e senha”, no Meu INSS ou no telefone 13

PA (PROCESSO ADMINISTRATIVO)

  • Fundamental para contestar o direito na revisão, o processo administrativo também já pode ser acessado pela internet, dispensado à ida ao posto do INSS e uma espera que pode levar dois meses
  • A cópia digital do processo de benefícios solicitados desde 2018 está disponível na internet pelo Meu INSS

Como pegar o documento

  1. Acesse o Meu INSS (site ou aplicativo de celular), com login e senha
  2. Clique em “Agendamentos/Solicitações”
  3. Procure entre as fichas de solicitações que aparecem na tela a que corresponde ao pedido do benefício cujo processo administrativo você quer baixar e clique sobre a lupa para detalhar o requerimento
  4. Role a tela para baixo até encontrar a imagem do botão com a inscrição BAIXAR PROCESSO

Cópia do processo

  • No Meu INSS há também a opção “Cópia de Processo”, mas o recurso é destinado aos casos em que ainda não há cópia digital do documento
  • Neste caso, um funcionário do INSS terá de copiar o processo para disponibilizar pelo Meu INSS
  • Aos poucos, o órgão já vem digitalizando os processos. Então, antes de pedir a cópia do processo, o segurado deve verificar se o documento já está disponível
  • Ao pedir a cópia do PA, o segurado entra na fila de pedidos e precisará aguardar até que um funcionário analise a solicitação. A espera pode levar semanas

Na agência

  • Para quem não têm acesso a computador ou celular com internet ainda é possível pedir a cópia física do processo
  • Baste ligar na central de atendimento, no telefone 135

Como se cadastrar no Meu INSS

  1. Acesse o site: https://meu.inss.gov.br
  2. Clique em “Cadastrar senha”
  3. Na tela seguinte, clique em “Crie sua conta gov.br”, se não tiver uma
  4. Selecione uma das formas de acesso, como CPF
  5. Informe o seu CPF e nome completo para criar o login
  6. Marque para concordar com os termos e uso, clique em “Não sou um robô” e por fim em “Avançar”
  7. Responda as perguntas que aparecerem para fazer a validação dos dados e clique em “Avançar”
  8. Opte por receber o código de ativação da conta por e-mail ou SMS (mensagem para o seu celular)
  9. Com o código recebido, faça login e cadastre uma nova senha

Fontes: INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e Ingrácio Advocacia -Fonte: Agora

To Top