Shatner, de "Star Trek", torna-se viajante espacial mais velho e diz que foi uma experiência profunda
Brasil

Shatner, de “Star Trek”, torna-se viajante espacial mais velho e diz que foi uma experiência profunda

Shatner, de "Star Trek", torna-se viajante espacial mais velho e diz que foi uma experiência profunda

Por Mike Blake

VAN HORN, Texas (Reuters) – O ator que fez carreira interpretando um explorador do cosmos, William Shatner (o capitão Kirk de “Star Trek”), nesta quarta-feira realizou de fato uma viagem ao espaço, tornando-se aos 90 anos a pessoa mais velha a ir ao espaço, a bordo de um foguete da empresa Blue Origin, do bilionário Jeff Bezos, experiência que ele chamou de “profunda”.

Shatner foi um dos quatro passageiros a viajar por 10 minutos e 17 segundos dentro da espaçonave branca New Shepard de 18,3 metros de comprimento totalmente autônoma, que partiu da plataforma de lançamento da Blue Origin, localizada a cerca de 32 quilômetros da cidade rural Van Horn, no oeste do Texas.

A cápsula voltou ao deserto do Texas de paraquedas, levantando uma nuvem de poeira no pouso. Shatner saiu com cautela da cápsula em meio ao silêncio do deserto, aparentemente pensativo enquanto os outros comemoravam com aplausos e garrafas de champanhe.

Bezos estava presente e abraçou Shatner, que usava boné e macacão azuis com o nome da empresa grafado em letras brancas em uma das mangas.

“O que você me deu é a experiência mais profunda que posso imaginar”, disse Shatner a Bezos enquanto os dois conversavam. “Estou tão emocionado com o que acabou de acontecer.”

A tripulação composta apenas por civis usufruiu de alguns minutos fora da órbita terrestre, cerca de 106 quilômetros acima da superfície da Terra.

Esse foi o segundo voo de turismo espacial da Blue Origin, empresa de Bezos, fundada há duas décadas. O empresário embarcou no primeiro voo em julho.

Shatner –que materializou a promessa das viagens espaciais na clássica série de televisão e nos filmes da franquia “Star Trek”– disse ter se surpreendido com o contraste entre a beleza da cor azul da Terra e a escuridão do espaço.

“Isso é vida e aquilo é morte, e em um instante, você sabe –uau– isso é morte”, disse Shatner. “Isso é o que eu vi.”

“É assim que a morte, é?” perguntou Shatner.

Antes do voo, cada astronauta tocou uma campainha e entrou na cápsula, ao topo do foguete, com Bezos fechando a escotilha. Os ventos estavam fracos e o céu limpo para o lançamento, que foi conduzido após dois atrasos, totalizando cerca de 45 minutos.

Junto a Shatner estavam Chris Boshuizen, ex-engenheiro da Agência Aeroespacial dos Estados Unidos (Nasa), Glen de Vries, empreendedor do setor de pesquisa clínica, e Audrey Powers, vice-presidente e engenheira da Blue Origin.

(Por Mike Blake; reportagem adicional de Peter Szekely em Nova York e Eric M. Johnson em Seattle)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH9C11P-BASEIMAGE

To Top