Bial diz que Lula é passado e petista pergunta se o novo 'é a fome'
Últimas Notícias

Bial diz que Lula é passado e petista pergunta se o novo ‘é a fome’

portalmixvalegoogle

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Um dia depois de Pedro Bial, um dos principais apresentadores da Globo, dizer que Lula representa o passado, o ex-presidente foi ao Twitter para questionar esse conceito. “Esse discurso de renovação. O que que é o novo?! 20 milhões de pessoas passando fome?! 100 milhões de brasileiros em insegurança alimentar?!”, escreveu o petista.

“Olha como deixamos esse país e como ele tá hoje”, disse.

Em entrevista com o economista e ex-ministro Delfim Netto e o presidente do banco Credit Suisse no Brasil, José Olympio Pereira, exibida na madrugada de terça-feira (12), o jornalista comparou a candidatura de Lula com a do presidente Jair Bolsonaro.

Bial disse que as duas “são do passado”. “Já ouvi de gente da direita e da esquerda que essa dicotomia direita/esquerda tem que ser substituída pela real dicotomia que nos desafia, que é passado e futuro. A gente olha pro ano que vem, para a eleição, o eleitor brasileiro olha para o ano que vem, e ele não vê o futuro”, afirmou.

Em abril, ao participar como convidado do programa Manhattan Connectin, Bial foi questionado se havia algum convidado que não iria ao seu talk show. “O Lula já até disse que gostaria de fazer o programa comigo, mas tinha que ser ao vivo. Pode até ser ao vivo, mas teria que ter um polígrafo acompanhando todas as falas dele”, disse o jornalista, se referindo a necessidade de usar um detector de mentiras para falar com o ex-presidente.

O apresentador foi bastante criticado pela sua fala. No mês passado, ao entrevistar o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad em seu programa da Globo, Bial formalizou, publicamente, um convite para Lula.

“Você sabe que quando eu fui estrear esse programa no início de 2017, sabe quem foram os dois primeiros convidados pra esse programa? Um foi o Fernando Henrique. E o outro…?”, perguntou Bial.

“Imagino que o Lula”, respondeu Haddad. “Então”, seguiu Bial, “o convite continua em aberto”.

To Top