General nigeriano diz que líder do Estado Islâmico da África Ocidental está morto
Africa

General nigeriano diz que líder do Estado Islâmico da África Ocidental está morto

General nigeriano diz que líder do Estado Islâmico da África Ocidental está morto

Por Felix Onuah e Estelle Shirbon

ABUJA (Reuters) – O principal general da Nigéria disse nesta quinta-feira que Abu Musab al-Barnawi, líder do grupo insurgente Estado Islâmico da África Ocidental, está morto.

O Estado Islâmico da África Ocidental é um derivado do grupo insurgente Boko Haram, que luta contra as Forças Armadas nigerianas há 12 anos. Mais tarde, as duas facções militantes se voltaram uma contra a outra.

O conflito entre os insurgentes e as Forças Armadas da Nigéria, que também se espalha nos vizinhos Chade e Camarões, já deixou cerca de 300 mil mortos e milhões de pessoas dependentes de ajuda.

“Posso confirmar com convicção a vocês que Abu Musab está morto”, disse Lucky Irabor, chefe do gabinete de Defesa, a repórteres na vila presidencial de Abuja, sem entrar em detalhes.

Vincent Foucher, especialista em grupos insurgentes do Centro Nacional de Pesquisa Científica da França, disse que fontes o informaram que Al-Barnawi foi ferido em agosto durante um confronto com combatentes do Boko Haram e que mais tarde morreu, possivelmente em setembro.

Ele disse que, embora seja difícil obter informações concretas, o relato da morte de Al-Barnawi pareceu plausível porque o Estado Islâmico da África Ocidental emitiu uma série de gravações de áudio longas em maio e junho, mas silenciou completamente a partir de agosto.

Al-Barnawi foi o terceiro líder de um grupo insurgente islâmico da África Ocidental a morrer neste ano. Além dele, também morreram Abubakar Shekau, do Boko Haram, em maio, e Adnan Abu Walid al-Sahrawi, do Estado Islâmico do Grande Saara, em agosto.

(Por Felix Onuah, em Abuja, e Estelle Shirbon, em Londres)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH9D1BV-BASEIMAGE

To Top