Preços sobem com nova previsão de demanda da IEA
Economia

Preços sobem com nova previsão de demanda da IEA

Preços sobem com nova previsão de demanda da IEA

Os preços do petróleo subiam cerca de 1% nesta quinta-feira, depois que a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) disse que os preços recordes do gás natural aumentariam a demanda por petróleo e que a Arábia Saudita, o maior produtor de petróleo, rejeitou pedidos de oferta adicional da Opep+.

O petróleo Brent subia 0,63 dólar, ou 0,76%, a 83,81 dólares por barril, às 11:54 (horário de Brasília).

O petróleo dos Estados Unidos avançava 0,57 dólar, ou 0,71%, a 81,01 dólares por barril.

A demanda por petróleo deve saltar meio milhão de barris por dia (bpd) à medida que o setor de energia e as indústrias pesadas deixam outras fontes de energia mais caras, disse a IEA, alertando que a crise energética pode provocar inflação e desacelerar a recuperação econômica mundial da pandemia Covid-19.

Em seu relatório mensal, a IEA aumentou sua previsão de crescimento da demanda global de petróleo em 170.000 bpd para 5,5 milhões bpd em 2021 e em 210.000 bpd para 3,3 milhões bpd em 2022. A agência agora espera que a demanda total de petróleo em 2022 alcance 99,6 milhões bpd, ligeiramente acima dos níveis pré-pandêmicos.

Enquanto isso, a Arábia Saudita rejeitou os pedidos de aumentos adicionais na produção da Opep+, dizendo que seus esforços com os aliados são suficientes e estão servindo para proteger o mercado de petróleo das oscilações violentas de preço vistas nos mercados de gás natural e carvão.

Em sua reunião no início deste mês, a Opep+ manteve o acordo anterior de aumentar a produção em 400.000 bpd por mês, à medida que desfaz cortes de produção.

(Por Ahmad Ghaddar; Reportagem adicional de Yuka Obayashi em Tóquio)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH9D11I-BASEIMAGE

To Top