Prova de vida precisa ser feita para manter por todos que recebem benefícios do INSS?
Benefícios

Prova de vida precisa ser feita para manter por todos que recebem benefícios do INSS?

Fachada de agência da Previdência Social de Porto Alegre (RS)

Prova de vida precisa ser feita para manter por todos que recebem benefícios do INSS? A pandemia de Covid-19 fechou as agências do INSS no ano passado e modificou o calendário da prova de vida de todos os segurados.

Uma vez por ano, aposentados, pensionistas e pessoas que recebem benefícios assistenciais há mais de um ano precisam ir à agência bancária do benefício atualizar a senha, para provar que estão vivos.

O procedimento serve para evitar fraudes e pagamentos indevidos e voltou a ser obrigatório em junho deste ano. Para que não fossem formadas filas nos bancos em plena pandemia, o INSS fez um calendário, ampliando o prazo da comprovação para os segurados.

Com os novos prazos, nem todos os beneficiários precisam fazer o procedimento neste ano. Quem fez a prova de vida a partir de maio do ano passado só precisará fazer o procedimento no ano que vem.

Por exemplo: uma aposentada fez a prova de vida em maio de 2020, mesmo sem ser obrigada a realizar o procedimento. Se o INSS não tivesse ampliado o calendário, ela precisaria fazer a fé de vida novamente em maio de 2021. Porém, no novo calendário só precisará fazer o recadastramento até janeiro de 2022.

Já um pensionista nascido em maio que não fez a prova de vida no ano passado deve ir à agência bancária até agosto deste ano, para não correr o risco de ter a renda bloqueada.

Confira ao lado o calendário completo e veja em qual prazo está seu benefício. Lembre-se, para cada benefício é necessário fazer uma prova de vida.

Caso não tenha certeza da última vez que fez a comprovação, é possível pedir a informação pelo telefone 135 ou diretamente ao gerente da agência bancária.

Quem deixa de comprovar a vida pode ter o benefício previdenciário suspenso e até cancelado.

To Top