Swing Trading: O Caso da Crocs e o Jogo das Probabilidades
Agência Brasil

Swing Trading: O Caso da Crocs e o Jogo das Probabilidades

Swing Trading: O Caso da Crocs e o Jogo das Probabilidades

A estratégia de swing trade é frequentemente ignorada por traders, com muito foco apenas no day trade, e utilizada sem pudor por novos iniciantes que acham que investir na Bolsa de Valores é somente comprar na baixa e vender na alta. Basicamente resumido como coletar lucros com a venda de ativos num prazo superior a apenas um dia, o swing trading exige um bom conhecimento do mercado.

O Caso de Swing Trading com a Crocs

Como exemplo, pode ser citado o caso da Crocs (ticker CROX) que demonstra que não existem certezas, apenas especulações e maneiras de evitar perdas. Parte do aprendizado quando se busca como se tornar um swing trader é entender que se pode deixar de ganhar ao vender antes do topo, assim como se pode perder menos vendendo na hora certa. Um simulador de day trade e swing trade pode ajudar a entender a volatilidade.

No caso específico da empresa Crocs (CROX), com ações vendidas no mercado americano, essa é uma empresa que teve uma boa recuperação após a queda causada pela pandemia da Covid-19. Em setembro de 2021, já com um valor cerca de sete vezes maior do que a baixa na crise, a ação virou uma recomendação para o swing trading.

A recomendação de swing trade deveu-se a um suporte de 10 semanas e uma movimentação razoável, com grande volume, por quase 2 meses. É claro que hámotivos para isso, como o desempenho da empresa e suas projeções futuras.

Qual Foi o Desfecho e o Que Aprender Com Isso?

Como é de praxe no swing trade, a recomendação levou a uma pequena venda com ganhos na altura de 6,5%,poucosdiasdepois. No entanto, seguiu-se uma queda notável, o que acabou levando à venda total antes que o valor retornasse ao de primeira compra.

Bastou mais um dia para que a ação chegasse a subir 14,5% devido a um anúncio da empresa de recompra de ações e do aumento nas projeções de vendas. Mediante esse resultado, um investidor menos preparado poderia se sentir frustrado com ter seguido a recomendação de venda, fechando o swing trade.

No entanto, o contrário poderia ter acontecido, talvez com uma perda de mesma dimensão. Esse é um ponto que deve ser aprendido antes de se aventurar no swing trade. É melhor garantir algum lucro do que aguardar mais e auferir prejuízos que poderiam ter sido evitados. O mercado é imprevisível, e especular sem critérios envolve riscos que muitos investidores não entendem.

Desde então, num intervalo de 5 dias, o ativo chegou a cair novamente e voltou a subir com o aumento do otimismo no mercado externo. Ou seja, a depender dos critérios utilizados por quem opera ou faz recomendações, mais negociações de compra e venda foram feitas nesta semana. Alguns ganharão mais, outros menos, mas todos os que tiverem a frieza para saber o momento de venda dificilmente auferiram grandes prejuízos fora de situações drásticas como o estouro da pandemia.

Afinal, Fazer Swing Trade Vale a Pena?

Sendo o swing trade nada mais do que buscar o lucro no curto prazo, essa é uma estratégia que faz sentido para qualquer pessoa que queira usar a Bolsa de Valores para especular. Muito além disso, não é um método isolado, e é perfeitamente possível combinar investimentos em setores perenes para o longo prazo e apostas mais certeiras em setores menos previsíveis, como foi feito com a Crocs.

Portanto, aqueles que possuem o perfil de investidor de nível no mínimo moderado para lidar bem com essas variações e frustrações, podem aprender e começar afazer swing trade. Para isso, é preciso buscar informações e conhecimento sobre a prática, em vez de apenas olhar os gráficos e tentar adivinhar quando comprar e vender.

Vale reforçar, ainda, que muito do conhecimento utilizado no swing trade também deriva do day trade. Não são poucos os casos de traders que se dedicam a ambas as práticas.

To Top