Café arábica atinge máxima de mais de 9 anos em NY
Agro

Café arábica atinge máxima de mais de 9 anos em NY

Café arábica atinge máxima de mais de 9 anos em NY

Os contratos futuros do café arábica negociados na bolsa ICE atingiram nesta quarta-feira os maiores valores em nove anos e meio, em meio a preocupações com a oferta e sinais de demanda mais forte.

Por volta das 9h (horário de Brasília), o contrato era negociado com alta de mais de 3%, ou 7,55 centavos de dólar por libra-peso, para cerca de 2,32 dólares por libra-peso.

A referência global da bolsa de Nova York tem refletido um aperto na oferta nos Estados Unidos e na Europa, disseram operadores recentemente, citando a falta de contêineres no Brasil, que está atrasando os embarques do maior exportador mundial.

Em outubro, a exportação de café verde do Brasil caiu 25%.

Além disso, o mercado de café visualiza uma safra em 2022 menor do que o potencial no Brasil, com efeito da seca prolongada em 2021 e também das geadas.

A Green Coffee Association (GCA) informou nesta semana que os estoques de café verde nos EUA caíram 46.816 sacas, para 6 milhões de sacas de 60 kg até o final de outubro.

A demanda também está começando a aumentar à medida que as restrições de movimento relacionadas ao Covid-19 são gradualmente atenuadas, enquanto um forte consumo é esperado durante a temporada de férias no Hemisfério Norte.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEHAG0SY-BASEIMAGE

To Top