Adolescente precisará de autorização assinada por responsável para se vacinar na escola em SP
Últimas Notícias

Adolescente precisará de autorização assinada por responsável para se vacinar na escola em SP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A partir desta quinta-feira (25), equipes da Secretaria Municipal da Saúde, da Prefeitura de São Paulo, irão às escolas da rede municipal e estadual para aplicar a segunda dose da vacina contra Covid-19 nos adolescentes de 12 a 17 anos. Para receber o imunizante, os pais e responsáveis devem assinar um documento autorizando a vacinação.

A gestão municipal disponibilizou um modelo base para os responsáveis preencherem, que pode ser impresso ou manuscrito. É obrigatória também a apresentação da carteira de vacinação do estudante.

“A intenção é mostrar as informações mínimas que o responsável deve colocar na autorização para que ela tenha o mínimo de autoridade e rastreabilidade para ser entregue na escola”, diz Luiz Artur Vieira Caldeira, diretor da Covisa (Coordenadoria de Vigilância em Saúde), à reportagem.

Caldeira, inclusive, afirma que o aluno já pode ficar com a autorização na mochila para quando a escola receber a campanha.

“Vai ser através das escolas que esse modelo chegará até os pais dos alunos, no entanto, os pais podem fazer um documento a próprio punho baseado nisso e já deixar de antemão entregue na mão do seu filho”, ressalta o diretor da Covisa.

O objetivo da administração municipal é vacinar o mais rápido possível o público elegível nesta fase da campanha, principalmente os faltosos para a segunda dose da vacina contra a Covid-19.

A estratégia é realizar a vacinação nos dias definidos com a unidade escolar, para que os pais possam se organizar e enviar a autorização.

“Um dia antes é suficiente para os professores e para a comunidade escolar entregar o folheto de autorização. Os alunos levam para casa e no dia seguinte já retornam com a autorização e a carteira de vacinação”, diz Caldeira.

Segundo a gestão municipal, o cronograma completo será divulgado nos próximos dias e contará com escolas particulares que quiserem aderir a campanha.

“De acordo com as tratativas de cada UBS em sua área, também faremos a vacinação nas escolas privadas com o objetivo de vacinar o quanto antes toda essa população”, afirma Luiz Artur Vieira Caldeira.

Apesar dessa medida, o diretor da Covisa diz que é uma ação de intensificação da vacinação dos adolescentes, mas ressalta a importância de completar o esquema vacinal o quanto antes.

“O ideal não é que os adolescentes fiquem esperando. É melhor que o jovem vá hoje ao posto de vacinação disponível. Neste momento, quem puder ir até a UBS completar a vacinação, que vá”, diz Caldeira.

A SMS recomenda à população que acompanhe a disponibilidade de segundas doses dos imunizantes por meio da plataforma De Olho na Fila. A lista completa de postos pode ser encontrada na página Vacina Sampa.

*

VEJA O MODELO BASE DE AUTORIZAÇÃO:

Eu _____________________ CPF/RG:_______, responsável pelo adolescente _____________ , CPF/RG: ________ autorizo a ser vacinado na Campanha Municipal de Vacinação Contra a Covid-19.

São Paulo, _ de _____ de 2021.

_________

Assinatura do Responsável

To Top