Xuxa diz que nunca sentiu atração por mulheres e que voltaria a posar nua
Últimas Notícias

Xuxa diz que nunca sentiu atração por mulheres e que voltaria a posar nua

portalmixvalegoogle

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Xuxa, 58, ativou o modo “sincerona” para responder às perguntas de fãs argentinos. A apresentadora falou sobre atração por pessoas do mesmo sexo, nudez, envelhecimento e o desejo de ser avó, além de criticar o governo federal.

Uma das perguntas foi se ela já havia sentido tesão em mulheres. “Não, nunca, mas não acho que seja difícil”, afirmou no bate-papo intermediado pela edição argentina da revista Caras. “Porque eu acredito no amor entre as pessoas e sei que, se eu amasse uma mulher, todos os que me amam o veriam como algo natural –como deveria ser com todo mundo.”

“Mas a vida é estranha”, avaliou. “Muita gente se preocupa pelo que os outros fazem com suas vidas e não prestam atenção nem sentem preocupação pela própria vida. Acredito que ninguém tem que se intrometer com o que os outros fazem com seus corpos e suas vidas. Isso se chama respeito.”

A apresentadora, que vai comandar o Caravana das Drags na Amazon, conta que seu envolvimento com a inclusão e com o veganismo foi algo natural, que veio de dentro, mas não são as causas que mais mexem com ela no momento. “Levantar a bandeira LGBTQ+ foi [a causa] que mais me comoveu”, disse.

“Talvez pelo meu sangue quente”, comenta. “Eu escuto as pessoas usando a política ou Deus para serem preconceituosas e isso é inaceitável. Me dói a alma saber que as pessoas possam ser tão más, que não respeitam as condições e o desejo de escolha de cada um.”

Ela declara que tem muita vontade de ser avó e afirma que, caso o neto ou neta fosse LGBTQIA+, não se importaria. “[Ficaria] preocupada com o preconceito que ele sofreria”, diz. “Mas, ao mesmo tempo, muito feliz porque ele teria uma família que o amaria muito.”

Durante a entrevista, Xuxa criticou o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). “Neste momento, o Brasil está atrasado em tudo, mas também retrocedendo ainda mais anos”, avaliou. “A política no meu país é a pior e nós, os brasileiros, vamos pagar muito caro por não tirar essas pessoas com discursos racistas e homofóbicos do governo.”

A apresentadora também tirou diversas outras curiosidades dos “hermanos”, como se aceitaria posar nua novamente. “Se aparecesse a oportunidade de fazer algo artístico, bonito, que ainda não fiz, com todo o cuidado para não me expor, poderia fazer”, disse. “Não preciso fazer por dinheiro ou porque eu gosto de exibir meu corpo de mulher madura. Insisto, faria se fosse algo diferente e com todo o cuidado do mundo.”

Sobre seus maiores defeitos, ela confessou: “Sou cabeça dura, falo muito, não sei esperar e, agora que estou velha, não tenho tolerância para a estupidez”. Para o futuro, ela diz que quer se mudar para uma fazenda “longe de tudo e de todos” na Itália e lançar dois livros (um sobre veganismo e outro infantil), além dos próximos volumes do projeto “Xuxa Só Pra Baixinhos”.

Ao responder se voltaria a trabalhar com Marlene Mattos, foi sucinta: “Não”. Ela ainda disseque o que menos gostou em sua carreira foi de “ter que conviver com a inveja e com a falta de respeito de muitas pessoas”.

“A verdade é que certas pessoas que trabalharam comigo me tiraram muitas coisas, inclusive a minha liberdade”, respondeu sobre se perdeu algo por causa da profissão. “Porque eu acreditava que era o preço que eu tinha que pagar para trabalhar com o meu público, ao que tanto amava e ainda amo.”

To Top