França vê progresso em negociações de acordo nuclear com Irã, mas alerta sobre pouco tempo
Europe

França vê progresso em negociações de acordo nuclear com Irã, mas alerta sobre pouco tempo

França vê progresso em negociações de acordo nuclear com Irã, mas alerta sobre pouco tempo

Por John Irish

PARIS (Reuters) – As negociações em torno do acordo nuclear com o Irã progrediram, mas o tempo está acabando, afirmou o ministro das Relações Exteriores da França nesta sexta-feira.

Conversas indiretas entre o Irã e os Estados Unidos para resgatar o acordo de 2015 com o Irã foram retomadas na segunda-feira.

Diplomatas ocidentais já indicaram que esperam ter um avanço até o final de janeiro ou início de fevereiro, mas diferenças bruscas continuam, com as questões mais complicadas ainda sem solução. O Irã rejeitou qualquer tipo de prazo imposto pelas potências ocidentais.

“Eu continuo convencido de que podemos chegar a um acordo. Um pouco de progresso foi feito nos últimos dias”, disse Jean-Yves Le Drian ao canal BFM TV e à rádio RMC. “Estamos nos dirigindo a uma direção positiva nos últimos dias, mas o tempo é essencial, pois, se não conseguirmos um acordo rapidamente, não haverá nada para negociar.”

A oitava rodada de negociações, a primeira no governo do novo presidente iraniano, Ebrahim Raisi, considerado de linha-dura, foi retomada na segunda-feira após a adição de novas demandas dos iranianos no texto de trabalho.

Um outro sinal positivo na semana foi a chegada a Viena do vice-ministro das Relações Exteriores da Coreia do Sul para discutir com o Irã, Estados Unidos e outras partes sobre a possível liberação de 7 bilhões de dólares em ativos iranianos congelados no país asiático por conta de sanções impostas pelos norte-americanos.

Qualquer liberação teria de ser aprovada por Washington, mas o ministério disse em nota que o vice-ministro havia concordado com o Irã que a liberação dos ativos congelados “deve acontecer de maneira urgente”.

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI060O3-BASEIMAGE

To Top