Ator Cuba Gooding Jr. pede arquivamento de processo de estupro nos EUA
Celebridades

Ator Cuba Gooding Jr. pede arquivamento de processo de estupro nos EUA

Ator Cuba Gooding Jr. pede arquivamento de processo de estupro nos EUA

Por Luc Cohen

NOVA YORK (Reuters) – Cuba Gooding Jr. pediu a um juiz dos Estados Unidos que arquive uma ação civil de 6 milhões de dólares movida por uma mulher que acusou o ator vencedor do Oscar de estuprá-la duas vezes em 2013, dizendo que ela demorou demais para processar ao esperar quase sete anos.

A mulher, conhecida nos documentos judiciais pelo pseudônimo Jane Doe, processou Gooding em agosto de 2020 por supostamente tê-la estuprado em agosto de 2013 em um quarto de hotel no bairro do SoHo, em Manhattan, logo depois de conhecê-lo em um restaurante e lounge do Greenwich Village. Gooding negou as alegações.

Em moção apresentada na segunda-feira à noite em um tribunal federal em Manhattan, os advogados de Gooding disseram que as leis que permitem que acusadores de estupro processem seus supostos perpetradores depois de muitos anos se aplicam a vítimas que suprimiram estupros traumáticos ou não perceberam inicialmente que foram estupradas, e não se aplicam a Doe.

Eles disseram que deixar Doe invocar o estatuto de limitações de sete anos sob uma lei da cidade de Nova York que protege vítimas de violência motivada por gênero violou os direitos do devido processo legal de Gooding sob as Constituições dos Estados Unidos e de Nova York.

“Nenhuma circunstância excepcional a forçou a esperar”, disseram os advogados de Gooding. “A querelante escolher processar o sr. Gooding Jr quase sete anos depois não corrigirá nenhuma injustiça grave; o oposto é verdadeiro.”

Os advogados de Doe argumentaram que a estatuto de sete anos se aplica a este caso e também rejeitaram um pedido da defesa para que sua cliente revele o nome, dizendo que o caso envolve “assuntos de natureza altamente sensível e pessoal”.

Gooding, de 54 anos, ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante em 1997 por “Jerry Maguire” e interpretou O.J. Simpson na minissérie de televisão de 2016 “O Povo contra O.J. Simpson”.

(Reportagem de Luc Cohen em Nova York)

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI0A0YD-BASEIMAGE

To Top