IPVA à vista para veículos com placa final 2 precisa ser pago hoje (11)
Benefícios

IPVA à vista para veículos com placa final 2 precisa ser pago hoje (11)

Dúvidas frequentes do INSS

IPVA à vista para veículos com placa final 2 precisa ser pago hoje (11) O calendário com desconto de 9% segue até o dia 21 de janeiro, de acordo com o final de placa do veículo.

Vence nesta terça-feira (11) o prazo para o pagamento à vista e com desconto de 9% do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) de 2022 para os veículos com final de placa 2.

A consulta do valor pode ser feita em toda a rede bancária ou diretamente no portal da Secretaria da Fazenda e Planejamento (portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/ipva/), bastando informar o número do Renavam.

Para aproveitar o desconto de 9%, os proprietários devem ficar atentos às datas de vencimento. O calendário de acordo com o final de placa dos veículos segue até o dia 21 de janeiro, considerando apenas os dias úteis (veja na tabela abaixo).

Também é possível quitar o IPVA em fevereiro, à vista, ou em cinco parcelas, de fevereiro a junho. Em ambos os casos, o desconto será de 5%.

Outra opção de pagamento é o parcelamento pelo cartão de crédito nas empresas credenciadas pela Secretaria da Fazenda e Planejamento. As operadoras financeiras conveniadas têm autonomia para definir o número de parcelas e adequar a melhor negociação com o contribuinte.

Pagamento


Para efetuar o pagamento, basta se dirigir a uma agência bancária credenciada com o número do Renavam (Registro Nacional de Veículo Automotor) e realizar o recolhimento do tributo, através dos terminais de autoatendimento ou nos guichês de caixa.

O pagamento pode ser feito também pela internet ou via débito agendado, ou por meio de outros canais oferecidos pela instituição bancária. O IPVA também pode ser pago em casas lotéricas.

O contribuinte que deixar de recolher o imposto fica sujeito a multa de 0,33% por dia de atraso e juros de mora com base na taxa Selic. Passados 60 dias, o percentual da multa fixa-se em 20% do valor do imposto.

Os valores pagos ao correspondente bancário são repassados ao governo do estado de forma imediata, sem nenhum desconto nem encargo. Fonte: R7

To Top